“Possibilidade zero de votação este ano”, diz deputado André Figueiredo sobre a PEC 32

307
Foto: Agência Câmara

Contatado pelo diretor de Relações Intersindicais do Sintaf, Remo César, o deputado federal André Figueiredo (PDT) foi taxativo ao afirmar que não há chance de votação, ainda este ano, para a reforma administrativa (PEC 32/2020).

“Na próxima semana iremos votar somente a Lei Orçamentária Anual (LOA). Teremos sessões de hoje até a próxima quinta-feira com essa finalidade, para que na semana seguinte não haja necessidade de estarmos fisicamente em Brasília”, explicou o deputado. “Considero zero a possibilidade de termos votação sobre a PEC 32 na próxima semana, mas é sempre bom manter a mobilização”, completou.

André Figueiredo é membro titular da comissão especial da PEC 32, que foi apelidada de “antirreforma”. Embora a tramitação esteja parada na Câmara dos Deputados, a Diretoria Colegiada reforça que ainda existe chance do texto voltar ao debate. Dessa forma, é fundamental que toda a categoria continue em alerta, a fim de evitar perdas.

Por que a PEC 32 é tão ruim?

A aprovação da PEC 32/20 oferece inúmeros prejuízos para a sociedade, entre eles a redução da quantidade de servidores concursados, demissões e abertura de contratação de temporários por indicação política.

Dessa forma, a PEC 32 representa um sério ataque à sociedade brasileira ao prever a entrega dos serviços públicos à iniciativa privada, segundo a vontade do governante de plantão.

Caso aprovada, a PEC 32 prejudicará em cheio a sociedade brasileira por meio do extermínio do serviço público brasileiro, favorecendo o caminho do clientelismo e corrupção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here