Servidores se mobilizam por reajuste salarial e derrubada da PEC 32/20

56

Ato ocorre em frente ao Ministério da Economia, em Brasília, às 9h desta quarta-feira (2/2). Categorias pedem reajuste linear imediato de 19,99%

A volta do ano legislativo nesta quarta-feira (2/2) será marcada por protestos dos servidores, que se mobilizam em frente ao Ministério da Economia, em Brasília, às 9h, para pedir reposição salarial linear imediata de 19,99% para todas as categorias de servidores públicos e a derrubada da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20, do Poder Executivo – que altera dispositivos sobre servidores e empregados públicos e modifica a organização da administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

A mobilização foi convocada pouco após o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmar que o reajuste salarial de servidores durante a pandemia não faz “o menor sentido.”

O ato foi convocado por sindicatos que têm atuado constantemente para pressionar os parlamentares a votarem contra a proposta.

“Não há tempo a perder. Depois de vários anos com salário congelado só temos até abril, por causa do ano eleitoral, para conquistar alguma reposição emergencial que nos traga alívio financeiro”, diz nota divulgada pela Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Condsef).

Vale destacar que, em outubro do ano passado, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL), afirmou que a PEC só “sairia da gaveta” quando houvesse mobilização dos setores interessados em aprová-la. Mas o texto também tem gerado críticas por parte do mercado, por ter excluído servidores do judiciário, como juízes e promotores.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here