Em reunião com presidente da AL-CE, Sintaf solicita que projetos da categoria sejam pautados para votação

312

Em virtude da tramitação do PLP 39/2020, que prevê o congelamento dos gastos com despesa de pessoal no serviço público por 18 meses, a Diretoria Colegiada do Sintaf solicitou ao presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Sarto (PDT), a antecipação da votação dos projetos da categoria que tratam da regulamentação do teto remuneratório e da incorporação do piso do PDF.

A Diretoria já havia questionado o Presidente da AL-CE em 30 de março. Em resposta, José Sarto havia se comprometido a pautar os projetos dos fazendários para votação a partir do momento em que a crise sanitária estivesse sob controle. O PLP 39/2020, no entanto, atrela o auxílio financeiro do governo federal aos estados e municípios ao congelamento do salário dos servidores.

Durante a reunião, que aconteceu por meio de videoconferência com a participação do deputado Evandro Leitão (PDT), os diretores do Sintaf relataram todo o processo de negociação com a Administração Fazendária e o governador Camilo Santana, destacando que todo o esforço e luta da categoria são para garantir a segurança jurídica de sua remuneração. “Se os pleitos não forem aprovados, corremos o risco de perder cerca de 40% do nosso salário”, alertou o diretor de Organização do Sintaf, Lúcio Maia.

O Presidente da AL-CE demonstrou-se sensível ao pedido dos dirigentes sindicais e afirmou que durante esta semana tratará do assunto com cada liderança partidária. “Se houver consenso, levaremos à votação”, garantiu Sarto.

Convidada a participar da reunião, a secretária da Fazenda, Fernanda Pacobahyba mais uma vez não pode comparecer, alegando que participaria de reunião do Comitê de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal (COGERF).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here