Categoria consciente: “hora de lutar para conquistar”

56

As mobilizações nas unidades da Sefaz tiveram continuidade nesta quinta-feira (8), com os diretores do Sintaf conclamando todos os fazendários a aderirem à paralisação de 19 a 23 de outubro, em protesto pelo não atendimento aos pleitos emergenciais da categoria. Enquanto os diretores Jucélio Praciano e Kleber Silveira se reuniam com os servidores do Conat e do Plantão Fiscal, Remo César e Carlos Brasil encerravam as visitas à região do Cariri, na Cexat Iguatu.

“Acompanhamos vários casos de colegas que estão próximos à aposentadoria e perderam o direito ao cálculo dos últimos 24 meses para a média do PDF após o parecer da Procuradoria-Geral do Estado. Esta tem sido a maior reclamação e motivo de revolta dos servidores”, relata o diretor Remo César. “Temos o caso de um servidor com 37 anos de serviço na Sefaz e que não vai conseguir se aposentar com a fórmula antiga”, completa. Outra grande preocupação dos fazendários é com a solução da ADIN 5299. A paralisação também é motivada pelos pleitos de incorporação do piso do PDF, regulamentação do teto remuneratório, participação no projeto de reestruturação da Sefaz, regulamentação do Ponto de Gestão e necessidade de concurso público para todos os cargos da Sefaz.

“A categoria tem mostrado que está em sintonia com a urgência do momento e consciente da necessidade de lutar para conquistar aquilo que é justo e de direito. Essa tem sido a nossa percepção por onde passamos, a partir do sentimento externado pelos colegas”, completa o diretor Jucélio Praciano.

As mobilizações terão continuidade nesta sexta-feira (9), nas unidades da capital.

1 COMENTÁRIO

  1. Tem meu total apoio e quero Mais uma vez parabenizar a diretoria do sintaf pela sua eficiência dedicação em prol da classe fazendaria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here