Último dia de inscrições para o seminário “Reforma Tributária Solidária: menos desigualdade, mais Brasil”

233



 


Movimento nacional dos agentes do Fisco propõe uma reforma tributária capaz de induzir o crescimento e garantir proteção social


 


O Brasil é, notadamente, um país marcado pelas desigualdades sociais. Embora estas tenham múltiplas causas, especialistas são unânimes em afirmar que o injusto sistema tributário contribui de forma decisiva para aprofundar o fosso social. Com o objetivo de contribuir com os debates sobre uma reforma tributária capaz de induzir o crescimento e garantir proteção às camadas menos favorecidas, a Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) e a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip) estarão em Fortaleza nesta terça-feira, dia 22 de maio, para a realização do seminário “Reforma Tributária Solidária: menos desigualdade, mais Brasil”, seguindo calendário de debates que estão acontecendo em todo o País. O evento acontece das 8h às 12h, no auditório da Secretaria da Fazenda do Ceará (Av. Alberto Nepomuceno, 78, Centro), com o apoio do Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf) e da Fundação Sintaf.


Na ocasião, a Comissão da Reforma Tributária do Sintaf, que reúne fazendários de diversos cargos e unidades fazendárias, apresentará a proposta do Ceará para um novo modelo tributário brasileiro. Haverá, ainda, exposição sobre o trabalho desenvolvido pelo Observatório de Finanças Públicas do Ceará (Ofice), centro de pesquisas ligado à Fundação Sintaf. Será expedido certificado de 4h aos participantes.


 


O movimento “Reforma Tributária Solidária” tem o apoio do Conselho Federal de Economia (Cofecon), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), da Fundação Friedrich-Ebert-Stiftung Brasil (FES), do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), do Instituto de Justiça Fiscal (IJF) e da Oxfam Brasil.