Sintaf envia ofício à Administração Fazendária e defende medidas urgentes para reduzir contaminação entre servidores

39

No documento, a Diretoria lista uma série de protocolos e medidas a serem adotadas pela Sefaz para diminuir a alta contaminação por síndromes gripais entre os fazendários

A Diretoria Colegiada do Sintaf deliberou, na manhã desta sexta-feira (14), pleitear, junto à Administração Fazendária, a adoção de uma série de medidas preventivas para controlar o acometimento de síndromes gripais entre os servidores da Fazenda, considerando o aumento de casos de Covid-19 e Influenza (H1N1 e H3N2) na última semana.

O documento encaminhado à Secretaria da Fazenda (Sefaz) lista as seguintes providências, sem prejuízo às orientações já determinadas pela atual gestão fazendária:

1) Suspensão do atendimento ao público de forma presencial;

2) Adoção do Regime de Teletrabalho de forma integral;

3) Reforço na sanitização das unidades, com atenção especial aos postos de fiscalização de fronteira ou divisa;

4) Adoção de rotina de testagens de todos os servidores do NUFIT, bem como dos postos fiscais de fronteira ou divisa a cada início de plantão e extraordinariamente quando da detecção de contágio em servidor ou terceirizado das unidades elencadas.

A Diretoria salienta que o Sindicato dos Fazendários do Ceará estará sempre atento às condições de trabalho dos servidores, bem como à proteção de sua saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here