Previsão do PIB cearense cai para 2% em 2019

197


O produto interno bruto (PIB) do Ceará, em 2019, deve fechar em 2%, abaixo da previsão de dezembro, que era de 2,5%. A queda na estimativa da taxa de crescimento da economia cearense também ocorreu na previsão do PIB nacional, que era de 2,55% (dezembro de 2018), mas, agora, é de 2,01%, segundo o Boletim Focus do Banco Central. O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado, passa publicar trimestralmente, junto com o PIB, a estimativa para a taxa de crescimento da economia cearense no ano.


 


De acordo com o analista de Políticas Públicas do Ipece, Witalo Paiva ­– também um dos autores do trabalho “Previsão para o PIB Cearense 2019/Março” –, as projeções serão atualizadas a cada trimestre, em conjunto com a divulgação dos resultados do PIB trimestral, evitando qualquer especulação sobre o índice. “As previsões apresentadas se baseiam nas estimativas obtidas a partir da utilização de diferentes modelos matemáticos e econométricos aplicados a economia cearense. Os modelos consideram um cenário de referência com projeções relativas a 2019 para a economia nacional, os grandes setores da economia e outras variáveis, como a taxa de juros, a taxa de câmbio, a inflação e a taxa de desemprego”- observa.


 


Metodologia


 


Ele explica que são utilizados três modelos para a produção das projeções do PIB do Ceará. O primeiro aplica uma metodologia clássica adotada em séries de tempo, composta por variáveis endógenas, como a taxa de crescimento do PIB do Ceará, taxa de crescimento do PIB do Brasil, taxa de desemprego no Ceará e a taxa de juros Selic.


 


Já o segundo modelo adota uma abordagem híbrida, combinando o modelo que captura diferentes cenários para variáveis econômicas relevantes, como IPCA, taxa de juros Selic, taxa de crescimento do valor adicionado dos grandes setores (agropecuária, indústria e serviços), taxa de crescimento do PIB do Brasil, entre outras. Por sua vez, o terceiro é um modelo matemático derivado do sistema de cálculo do PIB trimestral desenvolvido e utilizado pelo Ipece na produção das estimativas trimestrais para o PIB estadual. O modelo matemático permite a análise de diversos cenários para o crescimento dos setores da economia cearense.