Prefeito Sarto propõe reajuste de 4,62% a servidores municipais de Fortaleza

69

O reajuste será de 3,62% na folha de março, com retroativo a janeiro, e chegará a 4,62% em junho

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), anunciou nesta terça-feira, 27, reajuste salarial de 4,62% para os servidores públicos municipais de Fortaleza. O valor será de 3,62% na folha de pagamento de março, paga em abril, com retroativo a janeiro. A partir da folha de junho, paga em junho, o índice de reajuste chega a 4,62%.

Segundo o prefeito, o reajuste terá impacto de R$ 351 milhões nos cofres do município. Além do reajuste, o chefe do Executivo municipal informou que haverá aumento do teto para recebimento de auxílio refeição, saindo de R$ 6 mil para R$ 8 mil. Ao todo, mais de 12 mil servidores serão beneficiados.

“A negociação se mantém e o diálogo com as categorias segue aberto, em busca de uma proposta responsável que atenda aos servidores, mas respeitando também a lei de responsabilidade fiscal”, escreveu Sarto nas redes sociais.

O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort), por sua vez, realiza assembleia geral para apresentar a proposta do governo para os servidores. O encontro está marcado para às 8h30mim desta quarta-feira, 28, na sede da entidade.

A presidente do sindicato, Nascelia Silva, participou da reunião, que considerou “cansativa”, com o prefeito e alguns vereadores. Ela explicou ao O POVO que a proposta será apresentada ao demais sindicatos e entidades contemplados pelo reajuste.

Segundo ela, “a prefeitura tem como melhorar a proposta”, mas a discussão fica para o encontro, que deve decidir sobre as providências após anúncio de Sarto.

“A gente entende que há outros compromissos na cidade, que é o que o prefeito alega, mas nós compreendemos que apenas no governo Sarto nós temos 9,35% de inflação, isso corresponde à inflação não concedida de IPCA de 2020, que não foi concedido em 2021. Quando se soma a de 2023, dá esse valor. Então, desses três anos de governo, temos isso de retroativo”.

Ainda conforme Nascelia, houve ainda insatisfação quanto aos Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e ao reajuste do auxílio refeição, e os temas deverão ser tratados por todas as entidades no encontro desta quarta-feira.

Fonte: O Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here