Ofice integrará rede de observatórios do Ceará

193


A convite do Observatório de Fortaleza, o diretor de Organização do Sintaf, Lúcio Maia, participou de reunião na tarde desta terça-feira (23/4) para expor as diretrizes e trabalhos desempenhados pelo Observatório de Finanças Públicas do Ceará (Ofice), centro de pesquisas da Fundação Sintaf. Além do diretor, que é pesquisador sênior do Ofice, participaram da reunião os bolsistas do Observatório, gestores e técnicos do Observatório de Fortaleza e professores da Faculdade Cearense, que manifestaram interesse em criar instrumento semelhante de controle social.


 


A principal discussão girou em torno do desafio de integrar os observatórios já existentes com a finalidade de difundir amplamente os trabalhos desenvolvidos. Ao final dos debates, foi decidida a criação de uma rede de observatórios, centralizada no Observatório de Fortaleza, que é mantido pela Prefeitura Municipal e funciona na Praça do Ferreira. Em sua plataforma, por exemplo, será possível acessar, em breve, as edições da Panorama Fiscal – principal publicação do Observatório de Finanças Públicas do Ceará.


 


“A criação de uma rede de observatórios é fundamental para darmos maior visibilidade às pesquisas e análises desenvolvidas, já que o público-alvo dos trabalhos é a sociedade. Os observatórios são um importante instrumento de cidadania e controle social”, destaca o diretor de Organização do Sintaf, Lúcio Maia.


 


Presenças: Lúcio Maia, diretor do Sintaf e pesquisador-sênior do Ofice; os pesquisadores juniores do Ofice, Gerson Ribeiro e Hayanna Vasconcelos; a diretora e a gerente do Observatório de Fortaleza, Cláudia Leitão e Rosana Rodrigues, respectivamente; o analista do Iplanfor e economista do Observatório de Fortaleza, Anderson Passos; o auditor do controle interno (CGE) e analista do Observatório da Despesa Pública do Ceará (ODP), Wesley Soares; as professoras Silvana Cavalcante, Ednete Almeida e Daniele Cavalcante, da Faculdade Cearense.


 


Saiba mais


 


O Observatório de Fortaleza é o ponto estratégico de uma rede de conhecimento voltado à produção, difusão e acesso à informação sobre políticas públicas. Sua missão é produzir, difundir e promover o acesso ao conhecimento sobre políticas públicas, oferecendo subsídios para a tomada de decisão dos gestores públicos e contribuindo para a qualificação da governança municipal.


 


O Observatório de Finanças Públicas do Ceará (Ofice) é um centro de estudos e pesquisas criado pela Fundação Sintaf. Seu objetivo principal é difundir informações relativas às finanças públicas nas três esferas governamentais, com destaque para o Estado do Ceará e seus municípios. Nesse intuito, o Ofice atua no desenvolvimento de avaliações da conjuntura e de políticas fiscais adotadas, identificando tendências e propondo mudanças na legislação, bem como ajustes na gestão fiscal. Sua principal publicação é a revista Panorama Fiscal, que analisa a execução fiscal dos governos municipal, estadual e federal.