O Sintaf e as pautas com o novo governo

134

Os cearenses elegeram, no 1º turno, Elmano Freitas (PT) como o novo governador do Ceará. É importante destacar que, independente da linha partidária, a Diretoria do Sintaf buscou a interlocução com os três candidatos mais bem posicionados nas pesquisas eleitorais, com o objetivo de apresentar as pautas da categoria fazendária e garantir o diálogo.

Em setembro, os dirigentes do Sintaf estiveram com Elmano Freitas em duas ocasiões: no dia 16, em conjunto com as demais entidades do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais (Fuaspec), quando foi explanada a pauta geral dos trabalhadores do serviço público e, de forma sucinta, os assuntos específicos das entidades presentes; e no dia 27, no escritório do candidato, ocasião em que o Sindicato teve a oportunidade de aprofundar as questões relacionadas à conjuntura da Sefaz e as demandas da categoria.

Os diretores reforçaram a necessidade de regulamentação da Lei Orgânica da Administração Fazendária (LOAF); da convocação dos servidores aprovados no último concurso da Sefaz e realização de um novo certame; de reestruturação e melhoria da logística das unidades fazendárias, dentre outros temas.

Em sua fala, Elmano Freitas reconheceu a relevância do trabalho desempenhado pelos fazendários e assumiu o compromisso de manter o diálogo com a categoria fazendária.

O Sintaf também manterá a interlocução junto aos parlamentares reeleitos – os fazendários Idilvan Alencar, reeleito deputado federal pelo PDT com 187.433 votos e Evandro Leitão, reeleito deputado estadual pelo PDT com 113.808 votos – com o propósito de avançar nas pautas fazendárias.

Tempo de mudanças

Diante da queda na arrecadação estadual, em virtude da redução das alíquotas do ICMS e de outros fatores, é indispensável promover mudanças no âmbito da Administração Fazendária, com a finalidade de dar o suporte necessário ao novo governo, incrementar as receitas estaduais e atender melhor o povo cearense.

Para além do investimento em tecnologia, a Sefaz Ceará deve priorizar o ser humano. A Instituição precisa de mais servidores e de forma urgente: são eles que analisam e fiscalizam as ações dos contribuintes, inclusive os substitutos, localizados em outros estados, bem como os dados gerados no ambiente digital. A convocação de mais servidores oriundos do último concurso é inadiável, assim como a realização de um novo certame.

1 COMENTÁRIO

  1. Ta na hora de chamarem esses novos auditores logo. Quanta enrolacao se as contas estao boa, RCL longe dos limtes.
    Chamem esse povo logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here