Nossa homenagem à memória de Célio Freire

437

A Diretoria Colegiada do Sintaf, profundamente consternada, comunica aos colegas fazendários o falecimento de nosso valoroso ex-presidente Francisco Célio Freire Nogueira, que esteve à frente da Diretoria do Sintaf por quatro anos, de 1993 a 1997. Neste momento de sofrimento, somos solidários com as colegas fazendárias Cristina Fonseca e Selma Freire, e com todos os familiares de nosso estimado Célio.

Por gratidão e reconhecimento, devemos lembrar de Célio Freire como o dirigente sindical que consolidou a imagem institucional do Sintaf. Por meio de sua atuação, juntamente com os colegas de Diretoria, por dois mandatos consecutivos, a credibilidade de nossa instituição representativa foi forjada perante a Secretaria da Fazenda, o Governo Estadual e a sociedade cearense. De tal modo que, ainda hoje, usufruímos de boa reputação, tanto no Ceará quanto no território nacional, devido à forma de atuação do Sintaf: decidida, corajosa e comprometida com o interesse público.

Na gestão de Célio Freire, o Sintaf veiculou diversas notas nos jornais denunciando e questionando a política fiscal no Estado, que privilegiava as grandes empresas em detrimento dos interesses da sociedade. Além disso, num processo lento e gradual, marcado por muita luta, os fazendários conquistaram o seu Plano de Cargos e Carreiras (PCC).

Enfim, enfatizamos somente alguns dos fatos memoráveis da liderança de Célio Freire e de sua história no Sintaf. Neste momento de luto, em que sequer podemos nos despedir como desejamos, *devido à pandemia do novo coronavírus*, pedimos a Deus conforto e consolo para todos que reconheciam no cidadão e no servidor fazendário Célio Freire um ser humano ímpar, digno de honra e gratidão!

Eterno amigo

“Célio Freire foi um grande profissional na área financeira da Sefaz. Como dirigente sindical, travou muitas lutas, junto com os demais diretores, para que a categoria fazendária obtivesse conquistas que até hoje perduram. Foi com Célio Freire que a carreira fazendária ficou mais sólida e respeitada. Um grande abraço, meu eterno amigo Célio. Onde você estiver sei que estará lutando pelos trabalhadores!” – Lúcio Maia, diretor de Organização do Sintaf

A trajetória de Célio Freire

Ingressou na Secretaria da Fazenda em julho de 1981, através de concurso, e já no ano seguinte, pelo seu profissionalismo e reconhecida competência, galgou o posto de supervisor da área de finanças. Participou de três gestões do Sindicato dos Fazendários: nos biênios 1993/1995 e 1995/1997, como presidente, e no triênio 1997/2000 como Diretor de Atividades Administrativas. Foi o último “presidente” do Sintaf, já que na gestão 1997 a direção passou a ser exercida através de uma Diretoria Colegiada. Em 2002, Célio Freire foi homenageado com o Troféu Cajado de Cedro, comenda concedida pelo Sintaf aos fazendários que prestaram importantes serviços à categoria.

Fotos históricas

5 COMENTÁRIOS

  1. Celio foi uma grande liderança sindical. Corajoso, comprometido, sempre disposto a lutar pela classe fazendária. Será lembrado como símbolo de força e união. Descanse em paz

  2. Grande amigo e colega
    Minhas condolências aos familiares
    Que DEUS o tenha ao seu lado
    Meus sentimentos

  3. Muito sensibilidade, e saudosa apesar de estar um tempo , ausente com trabalhos ,que Dr. Célio, no Sintaf , e Sra. Cristina, fazia comigo . Jamais será esquecido . Pois sua simplicidade, atenção,humildade , e outras pontuação. Que N.Senhora acolha em seus braços, fique em plena PAZ, e que os aqui , amigos, parentes, todos que o conheciam , superem a dor da ausência de Célio, assim seja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here