Guerra comercial entre EUA e China deve afetar Brasil

159


Nova tarifa chinesa atingirá mais de 5 mil produtos dos Estados Unidos, que giram cerca de US$ 60 bilhões


 


A China decidiu retaliar os Estados Unidos após o governo de Donald Trump anunciar sobretaxas para mais US$ 200 bilhões em importações do país asiático. Nessa terça-feira (18), Pequim anunciou a imposição de sobretaxas contra o equivalente a US$ 60 bilhões de importações em produtos estadunidenses. As tarifas serão de 5% e 10%, em vez de até 25%, taxa que fora proposta anteriormente. A iniciativa fortalece o temor de uma guerra comercial entre a China e os Estados Unidos, o que pode ter reflexos negativos para as economias de diversos países, incluindo o Brasil, onde estados como o Ceará podem ser afetados.


 


As medidas irão afetar 5.207 produtos dos Estados Unidos. A lista inclui desde gás natural liquefeito e minérios até café e vários tipos de óleos comestíveis, vegetais congelados, pó de cacau e químicos, entre outros.


 


Em comunicado, o Ministério das Finanças chinês afirmou que, se os EUA continuarem a impor ainda mais sobretaxas contra Pequim, a China irá contra-atacar. “A China é forçada a responder ao unilateralismo e ao protecionismo comercial dos EUA, e não tem escolha senão responder com suas próprias tarifas”, disse o


ministério.