Fundação: fazendários aprovam recomendações do Conselho Fiscal do Sintaf

115


Reunidos em assembleia geral, na manhã desta terça-feira (27/3), no auditório da Sefaz, os fazendários cearenses reafirmaram a importância da Fundação Sintaf para a categoria e para a sociedade cearense e decidiram acatar, por ampla maioria, as recomendações do Conselho Fiscal do Sindicato, a fim de dar encaminhamento às providências propostas para a Fundação Sintaf.


Na oportunidade, os dirigentes da Fundação Sintaf prestaram esclarecimentos, de modo detalhado, sobre ingerências cometidas por funcionária da entidade, já demitida por justa causa, e todas as providências administrativas, civis e criminais que já foram ou estão sendo tomadas para tratar do problema.


Única fundação criada por servidores públicos no país, a Fundação Sintaf, referência em todo fisco nacional, além do aspecto sociocultural, vem trilhando uma trajetória de excelência, crescimento e ampliação dos laços de pesquisa e integração científica.


Um dos exemplos é a parceria com o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa (ISCSP), firmada em julho de 2016. A parceria tem como finalidade promover a cooperação entre as duas instituições com o objetivo de realizar, conjuntamente, atividades de natureza acadêmica, científica, técnica, pedagógica e cultural em áreas de interesse comum. A parceria viabilizou a oferta de cursos de mestrado e doutorado em várias áreas de concentração para fazendários filiados ao Sintaf, instituição patrocinadora.


Outra importante referência técnica da Instituição é o seu Observatório de Finanças Públicas do Ceará  – OFICE, um centro de estudos e pesquisas criado em 2015, com o objetivo de difundir informações relativas a finanças públicas nas três esferas governamentais, com destaque para o Estado do Ceará e seus municípios. O OFICE atua no desenvolvimento de avaliações da conjuntura e de políticas fiscais adotadas pelas esferas de governo, identificando tendências e propondo mudanças na legislação, bem como ajustes na gestão fiscal.


A instituição desenvolve, ainda, projeto de assessoria junto a oito municípios cearenses, através de parceria com a Secretaria das Cidades. Com isso, a Fundação Sintaf disponibiliza, às gestões municipais, ferramentas legais e de gestão que possibilitam o incremento na arrecadação tributária municipal e a sua melhor gestão fiscal e financeira.


Sobre a pauta em questão, outro aspecto importantíssimo trazido ao debate foi a necessidade imediata de ampliação e melhora dos mecanismos de controle e transparência na gestão da Fundação Sintaf, buscando um maior envolvimento e participação da categoria no dia a dia de nossa instituição.