Fazendários protestam contra a reforma da Previdência

136


Dia de chuva também é dia de luta. Na manhã desta segunda-feira (19/2), em Fortaleza, milhares de manifestantes saíram às ruas do Centro da cidade para protestar contra a reforma da Previdência, em vias de ser pautada na Câmara dos Deputados. O ato, que integrou o Dia Nacional de Luta em Defesa da Aposentadoria, teve início às 9h, na Praça da Bandeira, passou pelo edifício da Previdência Social, na Rua Pedro Pereira, e finalizou na Praça do Ferreira. O Sintaf marcou presença, fortalecendo o movimento que pede o arquivamento da PEC 287.


 


Em meio aos guarda-chuvas, os manifestantes carregavam faixas, bandeiras e cartazes contra a reforma da Previdência. Lideranças sindicais se revezavam ao microfone, reforçando que as mudanças impedirão o acesso à aposentadoria a milhões de brasileiros. 


 


“Querem entregar nossa previdência aos banqueiros. O direito à aposentadoria foi conquistado com muita luta e trabalho e é garantido pela nossa Constituição. Estamos mobilizados para defender a nossa dignidade!”, disse uma liderança sindical. 


 


“Nós evitamos pensar no período da velhice, mas é importante. É o momento de maior necessidade e menor autonomia. Vamos sair da nossa zona de conforto e lutar pelo direito de se aposentar”, conclamou outra liderança.


 


Em meio à caminhada, um personagem se destacava: o “vampiro neoliberalista”, que protagonizou um dos momentos mais comentados do carnaval carioca, no desfile da vice-campeã Tuiuti. Em Fortaleza, o personagem foi encarnado por um bancário da Caixa Econômica Federal.