Em mobilização na AL-CE, Fuaspec cobra reunião com o Governador

286

Sem resposta oficial do governo sobre a reposição salarial dos servidores, dirigentes do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais (Fuaspec) realizaram, na manhã desta terça-feira (8/10), uma mobilização na Assembleia Legislativa do Ceará. “Percorremos os gabinetes dos deputados para deixá-los cientes que o governador Camilo Santana, de forma intransigente, vem se recusando a receber os integrantes do Fórum, que têm assento na Mesa Estadual de Negociação Permanente (MENP)”, denuncia o coordenador geral do Fuaspec, P. Queiroz.
Na ocasião, os dirigentes sindicais conversaram diretamente com os deputados Acrísio Sena (PT) e Carlos Felipe (PCdoB). Os representantes dos servidores também protocolaram ofícios nos gabinetes dos deputados Júlio César Filho (Cidadania), atual líder do governo; Guilherme Landim (PDT) e Renato Roseno (PSOL), solicitando a intermediação destes para o agendamento de audiência com o Governador e a realização de audiência pública sobre a reposição salarial.
“Junto ao ofício, anexamos estudo atualizado das finanças estaduais, a partir dos relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) de julho e agosto deste ano, comprovando que o Estado continua bem financeiramente e tem condições de dar o reajuste a todos os servidores”, destaca o diretor de Organização do Sintaf, Lúcio Maia.
“A reposição salarial é um direito nosso”, enfatiza a presidente do Sinduece, Sandra Gadelha. “Convocamos as demais entidades a se juntarem a nós nas próximas ações, para que continuemos na luta pela garantia de nossos direitos”, conclama.
Defasagem salarial
Somadas, as perdas salariais dos servidores – desde o primeiro governo Camilo Santana – chegaram à marca dos 20,64%. Na prática, isso significa menos poder de compra para os trabalhadores, que têm que se desdobrar para honrar seus compromissos financeiros.
Em paralelo, o governo continua apresentando bons resultados financeiros. O superávit orçamentário em relação à despesa empenhada, por exemplo, foi de R$ 1,16 bilhão no último bimestre (junto e agosto), e um resultado primário de R$ 1,92 bilhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here