Eleições Sindicais: Sintaf informa sobre a segurança da votação eletrônica

119


No Sintaf, as Eleições Sindicais 2018 serão marcadas pela inauguração de um novo processo de votação. Desta vez, os filiados poderão votar de casa ou no ambiente de trabalho, utilizando computador, tablet ou celular. No momento, as chapas e candidatos que concorrem às eleições estão fazendo uma ampla mobilização para que todos os filiados se cadastrem previamente na Área Restrita do site do Sindicato e garantam o seu voto. 


 


Além da comodidade da votação eletrônica para os filiados e da economia de recursos por parte do Sindicato, outro ponto relevante é a segurança de todo o processo. É importante ressaltar que o processamento de votação contratado pelo Sintaf segue protocolos de segurança de transmissão e armazenamento de dados que garantem o sigilo e a integridade do voto, além de sua correta contagem. É passível de auditoria e aferição do resultado, em caso de impugnação devidamente fundamentada.


 


No dia 12 de junho, após confirmar o seu voto, o filiado receberá a mensagem “Seu voto foi computado com sucesso e segue impresso abaixo. Uma cópia também foi enviada para seu e-mail de cadastro”. Ele terá a opção de imprimir o comprovante de imediato ou deixar o seu voto arquivado no e-mail. Logo abaixo, também estará disponível a “chave do voto”, a qual somente o filiado que votou tem acesso. Esta “chave” é única, gerada de forma aleatória, e tem cerca de 30 dígitos, com letras e números.


 


O voto é secreto. No entanto, caso seja necessária uma conferência, esta só será possível se o filiado fornecer a sua “chave de voto”. Isto porque o voto não tem nenhuma identificação direta com o votante, podendo ser identificada a origem somente mediante chave criptográfica de conhecimento apenas do filiado. O sistema de votação só registra se o filiado votou ou não, para impedir que ele vote duas vezes. Será permitido apenas um voto por matrícula.


 


Apenas o técnico responsável pela programação e os membros titulares da Comissão Eleitoral terão acesso aos dados do sistema durante todo o processo, preservando o sigilo do voto, sob pena de sua anulação.