Dia da Consciência Negra: Respeito não tem cor, tem consciência!

290


Nesta terça-feira, 20 de novembro, é celebrado o Dia da Consciência Negra em todo o país, onde o racismo ainda é uma realidade. A data faz referência ao dia da morte de Zumbi dos Palmares, líder da resistência contra a escravidão, que comandou uma comunidade de escravos foragidos (quilombo), em Alagoas, no século XVII, e morreu em 20 de novembro de 1695.


 


A importância da data está no reconhecimento dos descendentes africanos na constituição e na construção da sociedade brasileira. Podemos dizer que há avanços em relação à população negra, mas muito ainda precisa ser feito, principalmente em relação à violência e ao acesso à saúde. Os negros ainda sofrem com a falta de representatividade, discriminação, preconceito e desigualdade social. 


 


Nesta data, é fundamental reforçar a mensagem de que o racismo não é só um comportamento, mas um processo histórico e político, cabendo a cada um de nós combatê-lo de forma veemente. Afinal, respeito não tem cor, tem consciência.