Delegados sindicais discutem estratégias para campanha salarial e reunião com o Governador

117


O Conselho Sindical do Sintaf se reuniu na manhã desta quinta-feira (31/1), na sede da Fundação Sintaf, para discutir o orçamento do Sindicato para 2019, além das estratégias para a condução da campanha salarial deste ano e para o encaminhamento da pauta específica dos fazendários, que depende de audiência com o governador Camilo Santana.


 


No momento da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que debateu o orçamento do Sintaf, os delegados e lideranças sindicais puderam tirar suas dúvidas sobre a previsão das receitas e a fixação das despesas do Sindicato. O diretor de Organização, Lúcio Maia, apresentou a proposta orçamentária, ressaltando que a contabilidade do Sintaf está rigorosamente em dia. “O orçamento, os balancetes de verificação e os fluxos de caixa estão disponíveis no site do Sindicato, na área restrita. A marca da nossa gestão é a transparência”, reforçou. 


 


 


Campanha salarial 2019


 


O reajuste salarial deste ano também preocupa a categoria, que já sente a pressão sobre o orçamento familiar. Lúcio destacou que a data-base dos servidores estaduais é janeiro, mas o reajuste só é discutido pelos parlamentares em fevereiro, com o retorno dos trabalhos na Assembleia Legislativa. “Os relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal foram publicados ontem. Iremos desenvolver o estudo sobre a nossa reposição salarial”, afirmou o diretor. Somente no governo Camilo Santana, as perdas salariais acumuladas chegaram a 16,10%. “Precisamos reavivar a campanha salarial, ir para a rua, mostrar a nossa cara”, apontou a delegada sindical Ana Maria Cunha.


 


Objetivo é avançar


 


A fim de avançar nas demandas específicas, os delegados sindicais discutiram estratégias para abrir a agenda do governador Camilo Santana. A audiência entre o Sintaf e o Chefe do Executivo Estadual foi desmarcada duas vezes somente neste mês por conta da crise na segurança pública. A incorporação do piso do PDF e o adicional de produtividade são pautas prioritárias para negociação com o Governador. A Diretoria envidará esforços para que a negociação aconteça ainda no mês de fevereiro.


 


Encaminhamentos


 


O Conselho Sindical deliberou pela realização de visitas às unidades fazendárias para que os dirigentes sindicais esclareçam a categoria acerca da atual conjuntura. O calendário de reuniões será divulgado com antecedência, para que os delegados sindicais possam participar. Em paralelo, a Diretoria continuará buscando, por diversos meios, viabilizar a audiência com o governador Camilo Santana, ampliando a interlocução com os parlamentares. 


 


Quanto à campanha salarial, o Sintaf, que compõe a coordenação do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais (Fuaspec), desenvolverá estudo sobre a defasagem salarial dos servidores. Além disso, solicitará audiência pública para o lançamento da campanha salarial, em conjunto com o Fuaspec