Contribuição Previdenciária do Servidor Inativo

467
Objeto: Ação contra a cobrança da Contribuição Previdenciária dos servidores inativos instituída pela EC 41/2003.
Tipo de ação: Ação Ordinária com pedido de antecipação de tutela ajuizada pelo SINTAF na qualidade de substituto processual.
Público Alvo: Servidores sindicalizados ativos, afastados e inativos.
Fundamentação Jurídica: A fundamentação principal da ação versa sobre a impossibilidade de tributação dos servidores aposentados anteriormente à publicação da EC 41/03, sob pena de afronta ao direito adquirido e ao ato jurídico perfeito (art. 5.o, inciso XXXVI, CF/88), e à irredutibilidade dos proventos (art. 37, inciso XV, CF/88), haja vista que é vedado a lei retroagir para prejudicar as situações já consolidadas.
Documentação Solicitada: Por se tratar de substituição processual, o SINTAF já providenciou toda documentação cabível.
Número do Processo: 2004.02.15318-9; 0758792-61.2000.8.06.0001 (número atual)
Data do Ajuizamento: 23/03/2004
Andamento processual: Fora deferida a antecipação dos efeitos da tutela com base na tese do direito adquirido, visto que os servidores, bem como seus dependentes, os quais até a data da publicação da EC 41/03, tenham cumprido os requisitos para a concessão da aposentadoria e pensão, com base nos critérios da legislação vigente à época em que adquiriram o direito à fruição. Tal decisão foi agravada pelo Estado do Ceará. Ação julgada parcialmente procedente para efetuar os descontos previdenciários sobre os vencimentos dos filiados da parte autora, inclusos nas fls. 23/25 e 55/69, até o montante que exceder ao dobro do limite máximo dos benefícios do regime geral da previdência. Sentença embargada pelo Sintaf por erro material. Recurso ainda não apreciado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here