Ceará tem estoque de EPIS para três meses

130

Avião chegou em Fortaleza ontem com 90 toneladas de insumos, entre testes para detecção da Covid-19 e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para profissionais de saúde

Um avião da Ethiopian Airlines chegou em Fortaleza na tarde de ontem, 26, com 90 toneladas de testes para detecção da Covid-19 e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para profissionais de saúde. Ao todo, foram adquiridos 300 mil testes e EPIs suficientes para três meses, segundo o secretário estadual da saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Dr. Cabeto.

“O Ceará tem mostrado respostas, mas nós sabemos das dificuldades e sabemos que temos que proteger aqueles que estão atendendo. E, em resposta a isso, está essa carga de 90 toneladas”, afirmou o titular da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa).

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >

Os testes serão disponibilizados em hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), na Capital e no Interior. Também está sendo discutida a oferta deles em postos de saúde. A distribuição começa hoje, 27, e levará em conta a população e o número de casos das cidades. “Vamos centralizar primeiro nos hospitais, profissionais de segurança e casos suspeitos. Vamos disponibilizar nas Upas para aqueles que tenham mais de cinco dias de sintomas.”

O gestor também anunciou outros 120 mil testes, ainda em negociação com uma empresa coreana, para serem disponibilizados à população inclusive por drive-thru. O agendamento para essa coleta será por meio de aplicativo da Sesa. “E também vamos fazer busca ativa. Nós já estamos usando nosso sistema de inteligência para ver aquelas pessoas muito idosas, para que tenhamos diagnóstico precoce, que agora é a finalidade do estado do Ceará.” O acordo para a aquisição desses testes deve ser fechado ainda nesta segunda-feira.

Segundo informações da Sesa, o Governo do Ceará adquiriu mais de 270 toneladas de insumos. O secretário afirmou que estão negociando com a China novos respiradores para o Ceará. A previsão, segundo o secretário, é de que os equipamentos cheguem a Fortaleza no início de maio. “Temos em contrato a previsão de entrega de 200 respiradores até o dia 30, no aeroporto de Pequim. Se tudo der certo, (o material chega) no dia 4 ou 5 de maio.”

Os casos confirmados e os óbitos por Covid-19 no Ceará têm aumentado nos últimos dias. Na entrevista, Dr. Cabeto destacou o número de testes realizados no Estado e a menor adesão da população ao isolamento social desde o feriado da Semana Santa. “Isso fez com que a lotação dos hospitais aumentasse muito. Hoje, mesmo na rede privada nós estamos com os hospitais lotados.”

Sobre eventual fim do isolamento, o gestor apontou que “a equipe que está fazendo o planejamento vai aguardar na segunda-feira uma reunião em que a Saúde vai colocar os pontos fundamentais para que se possa começar a discutir isso”. Ele lembrou que há critérios epidemiológicos para a população não ser posta em risco — como a possibilidade de realização de testes, a capacidade de atendimento do serviço de saúde e uma queda na mortalidade dos infectados pela doença.

Em reunião do Sindicato da Indústria da Construção do Ceará no dia 13 de abril, o secretário havia projetado 250 mortes por dia no Estado em maio. Hoje, uma nova estimativa deve ser apresentada. “Naquela situação, eu disse que se nós não estivéssemos fazendo isolamento, se não aumentássemos o isolamento, essa seria a curva à qual poderíamos chegar. Vamos chegar nisso? Espero que não. Estão sendo tomadas todas as providências para que isso não aconteça. E isso é um cálculo estatístico, evidentemente muda”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here