Candidatos do PSDB do Ceará são indicados e já são 3 os cearenses na equipe de Bolsonaro

121


Com anúncios desta terça, já são três representantes do Ceará em posições estratégicas no governo que se inicia em janeiro


Candidato derrotado por Camilo Santana (PT) na eleição para o Governo do Estado, General Theophilo estará à frente da Secretaria Nacional de Segurança Pública, órgão ligado ao ex-juiz Moro, futuro ministro da Justiça e Segurança Pública. A função será uma das mais relevantes na pasta que ganhou dimensão de superministério. Hoje, o órgão a ser comandado por Theophilo é ele próprio o Ministério da Segurança Pública, ocupado por Raul Jungmann.


Já a médica pediatra Mayra Pinheiro (PSDB) será secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (STGES) do Ministério da Saúde. Ele foi candidata ao Senado pelo PSDB e ficou na quarta colocação.


Presença cearense no governo Bolsonaro


Theophilo não é cearense. Nasceu no Rio de Janeiro, mas a família é do Estado. Contando com ele, são três os nomes do Estado que integrarão o futuro governo em posições estratégicas. Isso porque a permanência do cearense Mansueto Almeida na secretaria do Tesouro Nacional foi confirmada para 2019.