ARTIGO | Pix: Nova integração entre países

202

Coluna de Rubens Frota

O “Pix internacional” está mais próximo do que se imaginava. As transferências instantâneas de dinheiro entre países com moedas diferentes já estão em fase de testes. Chamada Nexus, a iniciativa permitirá fazer transações bancárias em menos de um minuto para qualquer país que já tenha o sistema instantâneo de pagamento implantado pelo Banco Central — como o Pix, no caso do Brasil. A colaboração deverá incluir mais de 60 países. Atualmente, estão sendo feitos testes entre os sistemas financeiros da Malásia, de Cingapura e da Zona do Euro, pelo Banco da Itália. Por enquanto, o Banco Central brasileiro está como “observador” do projeto.
O projeto Nexus está em desenvolvimento pelo Bank Of International Settlements (BIS), organização internacional responsável pela supervisão e cooperação entre os bancos centrais. O sistema deve se basear em dois pontos: a criação de um software que conectará os sistemas de pagamentos instantâneos de todo o mundo em um só lugar, possibilitando a troca de informações; e o chamado “Nexus Scheme”, que deve estabelecer regras básicas para a comunicação entre os países. Segundo a organização, a ideia é conectar sistemas de pagamentos instantâneos bilateralmente faz sentido quando dois países têm relações próximas e um fluxo significativo de pagamentos. No entanto, uma abordagem “mais escalável” é necessária para criar uma verdadeira rede global de pagamentos transfronteiriços. Facilidade e riscos à frente.

Fonte: O Estado CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here