Agenda da semana tem super quarta, Selic e balanço de banco

13

Copom do BC reduzirá Selic em mais meio ponto percentual. Santander publicará no dia 31 seu balanço de 2023. Congresso Nacional voltando das férias

Esta semana terá uma agenda agitada na economia. Teremos, depois de amanhã, dia 31, a primeira super quarta-feira de 2024. Haverá, em Brasília, a reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central que deverá reduzir em mais meio ponto percentual a taxa básica de juros Selic. Hoje, a taxa Selic está no patamar de 11,75%, devendo cair para 11,25% na quarta-feira, segundo a previsão de 10 em cada 10 economistas.

Nos Estados, reunir-se- no mesmo dia o Comitê Federal do Mercado Aberto do Federal Reserve, que é o Banco Central de lá, que também deverá, de acordo com as previsões do mercado, manter s taxa dos juros diretores da economia norte-americana.

Na agenda brasileira, está marcada para hoje a divulgação da Sondagem da Indústria relativa a este mês de janeiro, e a Balança Comercial desta semana, ambas elaboradas pela Fundação Getúlio Vargas, que amanhã, terça-feira, 30, divulgará, também, a Sondagem de Serviços e o IGP-M, que é o índice Geral de Preços do Mercado, que deverá mostrar uma alta de 0,15%, de acordo com estimativas dos economistas do Bradesco.

Porém, a informação mais importante do dia de amanhã será o relatório do Caged, elaborado pelo IBGE, que trará os números relativos ao Cadastro dos Desempregados no Brasil.

Na quarta-feira, além do comunicado do Copom sobre a taxa de juros Selic, será também divulgado pelo IBGE a taxa de desemprego, que, segundo preveem os economistas do Banco Itaú, deverá mostrar uma alta de 0,1%, saindo de 7,5% em dezembro para 7,6% neste janeiro.

Nesta semana, começará a temporada de divulgação dos balanços das empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo, a Bovespa. O primeiro balanço será o do Banco Santander, que será divulgado quarta-feira.

Na área da política, as atenções voltam-se para a movimentação do presidente da Câmara dos Deputados, Artur Lira, que ontem retornou a Brasília depois do período de férias. Lira terá reuniões com líderes dos partidos, preparando a pauta dos assuntos que serão tema das primeiras sessões da casa, marcadas para a próxima semana, quando o Congresso Nacional reiniciará seus trabalhos.

Há um claro descontentamento entre deputados e senadores porque o presidente Lula vetou R$ 5,6 bilhões em emendas parlamentares, e isto causou mais descontentamento na base parlamentar do governo.

Última hora! AJustiça de Hong Kong determinou a liquidação da maior incorporadora imobiliária da China, a Everglande, cujo passivo chega à montanha inacreditável de US$ 300 bilhões.

A empresa não conseguiu convencer a juíza Linda Chan de que tinha um plano para a sua reestruturação financeira. “É hora de o tribunal dizer basta”, disse a juíza ao determinar a sentença. A Everglande está sem pagar suas dívidas desde 2021.

Bem, a economia da China está tendo um fraco desempenho, seu mercado imobiliário tem uma crise que só se agrava e o seu mercado de ações enfrenta o pior momento nos últimos 5 anos.

Fonte: Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here