Sonegação de impostos é endêmica e afasta investidores, dizem especialistas

54

A sonegação de impostos é endêmica no Brasil e afasta os investidores sérios. Essa foi a afirmação de especialistas que participaram do webinar “Impactos do devedor contumaz na economia do país“, nesta 4a feira (15.set.2021). O seminário virtual foi promovido pelo Poder 360 e pelo ICL (Instituto Combustível Legal).

Para a professora Fernanda Delgado, da FGV Energia, devedor constante desconstrói os negócios no país. “Um investidor sério entende que há um ambiente de negócios mais sério que inibe esse devedor contumaz. A gente tem que pensar em facilitar a vida do investidor, que vem trazer negócios, que vem gerar empregos. Tem que pensar em como atrair esses investimentos honestos, legais“, disse Fernanda, que também foi mediadora do debate virtual com o repórter Guilherme Waltenberg.

Guilherme Theophilo, CEO do ICL, afirmou que a sonegação, assim como a corrupção, é endêmica no Brasil. Ele falou, como exemplo, dos casos em que os consumidores não se importam com a origem do combustível ou a legalidade do posto no qual abastece o seu veículo. “Você vê 3 postos de gasolina, com 3 preços diferentes. Eu, como ‘bom brasileiro’, vou no mais barato, sem pensar em mais nada. É o que eu fazia antes. Hoje, eu penso: o que está com a gasolina mais barata está com ela adulterada ou não pagou o imposto. Então, eu não vou contribuir para aquele enriquecimento. Mas será que todo mundo pensa assim? Ou eu compro do mais barato?“, afirmou Theophilo.

Assista ao webinar completo (1h19hmin):

O webinar “Impactos do devedor contumaz na economia do país“, realizado pelo Poder360 e pelo ICL (Instituto Combustível Legal), tratou sobre o PLS (Projeto de Lei do Senado) 284/2017, de autoria de Ana Amélia Lemos (PP-RS), ex-senadora e atual secretária de Relações Federativas e Internacionais do Rio Grande do Sul (RS), que também participa do seminário virtual.

Para abordar o tema, também participaram do debate o procurador da Fazenda Nacional, Claudio Seefelder; o CEO do ICL (Instituto Combustível Legal), Guilherme Theophilo; e o presidente-executivo do Etco (Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial), Edson Vismona.

O seminário virtual teve mediação do editor sênior do Poder360 Guilherme Waltenberg e da professora e pesquisadora da FGV Energia Fernanda Delgado.

Fonte: Poder360

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here