Sintaf publica manifesto pela democracia

249


O Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf), entidade autônoma e sem vinculação partidária que representa o conjunto dos trabalhadores da categoria dos servidores fazendários do Estado do Ceará, ciente da gravidade dos ataques perpetrados diuturnamente contra as instituições democráticas, como o Supremo Tribunal Federal (STF) e Congresso Nacional, bem como a liberdade de imprensa, faz divulgar o seguinte manifesto:

MANIFESTO PELA DEMOCRACIA

O Brasil precisa de paz. Não chegaremos a lugar nenhum com essa disputa raivosa e despudorada pelo Poder. Recolham as armas dessa guerra ideológica insana, aplaquem o ódio contra todos os que julgam inferiores, simplesmente porque pensam de forma contrária, e pensem no Brasil que, como qualquer nação que povoa o planeta, jamais será homogêneo, porque a diversidade de pensamento e de ideias faz parte da própria natureza humana.

Nosso País tem muitos problemas, que clamam urgentemente por soluções como a questão da pandemia, da pobreza e do desemprego, e necessita do imediato retorno ao desenvolvimento sustentável em benefício de todos os brasileiros e brasileiras. O Brasil não precisa de conflitos mesquinhos e inconsequentes do varejo político, que só tem causado tristeza, indignação e repúdio dos seus cidadãos, além da repercussão e avaliação negativas da nossa democracia pelos países civilizados.

Parem com a insensatez de fazer campanha eleitoral permanente enquanto a nação agoniza por falta de suprimentos básicos como alimentação e equipamentos de proteção individual e as pequenas empresas estão a quebrar e a demitir seus funcionários numa época em que estes mais precisam de uma proteção socioeconômica do Estado. Procurem administrar e governar o País com probidade e espírito público, pois foi para tal mister que receberam um mandato outorgado pelo voto popular.

Parem de incendiar o País enquanto muitos brasileiros perdem a vida com a pandemia da Covid-19 e se voltem para o compromisso solene de lutar com as armas da decência e da humildade, para conduzir a nação de forma sólida e segura a um horizonte de conquistas e de bem-estar social.

O Brasil precisa de líderes comprometidos com os interesses e as necessidades urgentes da nação. O Brasil precisa de estadistas que compreendam o verdadeiro sentido da democracia e conheçam os limites legais de sua atuação. Não cometam o despautério absurdo de achar que o momento das disputas políticas circunscritas ao ambiente eleitoral se prolongam no tempo e são o eterno combustível para validar odiosas disputas de poder.

A avaliação do político e sua legitimidade no cargo se dão diuturnamente e durante todo o mandato. Portanto, não se considerem donos da vontade do povo, pois lutaremos para fazer com que o que é forte seja justo e o que é justo seja forte.

O Brasil precisa de paz, de desenvolvimento, de distribuição da sua riqueza, para erradicar a pobreza e a marginalização, bem como de reduzir as desigualdades sociais e regionais. Urge, portanto, que lutemos pela preservação da democracia, valor fundamental de uma sociedade livre, justa e solidária.

Fortaleza-CE, 09 de junho de 2020.

Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf-CE)

2 COMENTÁRIOS

  1. Comungo inteiramente com o teor desse manifesto.
    Se com uma palavra posso definí-lo digo: PERFEITO!!!

  2. PARABÉNS ao SINTAF, nosso legítimo Porta-voz em defesa do Brasil que atualmente está numa crise de Honra, de Ética, de Honestidade e de Humanidade pela ausência total destas qualidades no Desgoverno Federal.
    Entidade como esta (SINTAF) que sempre está presente quando os fazendários precisam, mais uma vez se apresenta quando se faz necessária. Neste momento o Brasil parece estar anestesiado, dormente. A sociedade está aceitando passivamente as ameaças de destruição da nossa Democracia, é absolutamente necessário que neste momento que o fascismo se expõe livremente, que haja reação da cidadania de forma enérgica fazendo valer o poder absoluto das instituições (fato que não estamos vendo), a manifestação incisiva do SINTAF é a demonstração de que, para defender a nossa Democracia não deve existir tolerância contra os crimes cometidos (a grotesca ameaça de golpe, quando é dito abertamente que não é mais “se” mas “quando” vai haver ruptura no país é inaceitável) devemos exigir imediatamente resposta punitiva exemplar contra os criminosos. Não está havendo resposta à altura. Será medo? Não temos que ter medo de nada em nossa defesa contra a tirania que quer genocídio de inocentes apenas por serem opostos ideologicamente. É preciso ação, antes que a ameaça exposta decida através da intimidação ganhar espaço. Não é momento para fraqueza, lembremo-nos da frase: “A omissão dos bons favorecem aos maus”.
    O resultado das eleições (embora com dúvidas claras quanto a legitimidade e ações fora das regras legais usadas que estão sendo apuradas) foi aceito, mas não existe Governo em defesa dos interesses do Brasil, afrontar a Democracia é crime capital suficiente para, através dos meios disponíveis no ordenamento jurídico, nos redemocratizar de fato.
    A presente Ação do SINTAF nos orgulha como ponto de partida, para seguir com medidas que unam todos (instituições e cidadãos) na luta, que pede URGÊNCIA para se recompor verdadeiramente Justiça, Patriotismo e Soberania do povo brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here