Setor de serviços do Ceará vai na contramão e registra principal alta do País

88

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgados nesta terça-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

A maior parte, 23 das 27 unidades da federação, teve retração no volume de serviços em outubro de 2021 frente a setembro, acompanhando o recuo (-1,2%) observado no Brasil. Na contramão veio o Ceará, que registrou a principal expansão para o período, de 1,4%, na série com ajuste sazonal.

Para se ter ideia, nesta base de comparação, o impacto negativo mais importante veio do Rio de Janeiro (-3,2%), seguido por São Paulo (-0,5%), Rio Grande do Sul (-4,0%), Paraná (-2,1%) e Mato Grosso (-6,0%).

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgados nesta terça-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ainda ma série sem ajuste sazonal, no confronto com outubro de 2020, o volume de serviços cearense avançou 20,7%, a sétima taxa positiva consecutiva. No acumulado do ano, saltou 12,4% frente a igual período de 2020. O acumulado nos últimos doze meses passou de 5,1% em setembro para 8,1% em outubro de 2021, mantendo a trajetória ascendente iniciada em março de 2021 (-15,3%) .

Fonte: O POVO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here