Sessão solene celebra os 30 anos do livro “Império do Bacamarte”

69

Os 30 anos de lançamento do livro “Império do Bacamarte”, do escritor, pesquisador e professor Joaryvar Macedo, foram celebrados em sessão solene na noite desta quinta-feira (19/5), na Assembleia Legislativa do Ceará.

Requerida pelo presidente da Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), a solenidade atendeu ao pedido da Fundação Sintaf, que tem por missão promover a divulgação do conhecimento científico, tecnológico, educacional e artístico.

A sessão solene foi presidida pelo primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Antônio Granja (PDT), que parabenizou a família do escritor Joaryvar Macedo e destacou a relevância da obra, considerada um marco para a história do Estado e, principalmente, da região do Cariri.

Na ocasião, foram homenageados, pela Assembleia Legislativa, a sra. Rosalba Saraiva de Macedo, viúva de Joaryvar Macedo; Manuel Severo Barbosa, em nome dos pesquisadores do tema Cangaço; José Hélio Santos, editor responsável pela reedição do livro; Líduíno Lopes de Brito, diretor-geral da Fundação Sintaf; e Remo Moura, diretor de relações intersindicais do Sintaf.

Natural de Lavras da Mangabeira, Joaryvar Macedo faleceu em 29 de janeiro de 1991, em Fortaleza. O escritor Dimas Macedo, primo do autor, compartilhou histórias da vida Joaryvar, destacando-o como o pai da historiografia do Cariri. “Foi um dos maiores eruditos do Ceará e um homem à frente de seu tempo”, sublinhou. Em Fortaleza, Joaryvar Macedo foi secretário de Cultura no governo de Gonzaga Mota, com trabalho que marcou a literatura do Ceará.

Em sua fala, o diretor-geral da Fundação Sintaf, Liduíno Lopes de Brito, ressaltou a missão da Fundação Sintaf e seu esforço em possibilitar que a cultura da atual geração de servidores da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará esteja a serviço da população cearense. Declarou, ainda, que “Império do Bacamarte” é uma obra-prima da historiografia cearense.

Compuseram a mesa da solenidade, além do deputado Antonio Granja, a secretária da Fazenda do Ceará, Fernanda Pacobahyba, a viúva do autor, Rosalba Macedo, o diretor de Organização do Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf), Carlos Brasil Gouveia, o editor José Hélio dos Santos e o curador do Cariri Cangaço, Manoel Severo.

Saiba mais

O livro “Império de Bacamarte”, de Joaryvar Macedo, traz uma abordagem ampla sobre a temática do coronelismo no Cariri cearense, sendo o mais completo ensaio do gênero até hoje escrito no Nordeste brasileiro. Foi publicado originalmente em 1990 pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here