Servidores pedem reajuste salarial de 19,9% e vão pressionar Guedes

22

Representantes da categoria usarão audiência pública na Câmara dos Deputados para pressionar o ministro da Economia, Paulo Guedes

A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) afirma que a maioria do funcionalismo está com salários congelados há mais de cinco anos.

“As perdas acumuladas podem superar 40%”, frisa a entidade. Somente durante o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), segundo a Condsef, a defasagem salarial chega a 30%.

Na semana passada, durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, Paulo Guedes afirmou que “até 5%” seria possível “repor o funcionalismo”.

“Sem negociar com as entidades representativas do funcionalismo, o governo tem usado a mídia para falar sobre possível reajuste, uma hora confirmando e outra negando as informações”, reclama a categoria.

Nesta terça-feira, representantes dos servidores se reúnem em uma audiência pública com parlamentares da Liderança da Minoria.

“Somente a pressão dos servidores será capaz de fazer com que o governo conceda a recomposição salarial emergencial pleiteada pelo funcionalismo. Dinheiro tem, e a legislação permite, mas nosso prazo é curto”, frisa a Condsef, em nota.

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here