Prévia: PIB cearense de outubro fica em 1,82%, aponta IBCR do Banco Central

69

Nesta quinta-feira, também foram detalhados os resultados oficiais do Produto Interno Bruto do Estado no 3º trimestre de 2021, com setor de energia elétrica como destaque

O Banco Central divulgou, nesta quinta-feira, 16, os resultados de outubro do Índice de Atividade Econômica Regional do Ceará (IBCR-CE), considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB).

Na comparação com outubro do ano passado, o PIB  cearense avançou 1,82%. Já no acumulado do ano, a alta chega a 3,84%, índice ligeiramente inferior ao acumulado dos últimos 12 meses, que ficou em 3,38%.

Já os dados oficiais do 3º trimestre de 2021, que já haviam sido antecipados por O POVO, foram detalhados, também nesta quinta, em coletiva de imprensa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

Na comparação com o 3º trimestre de 2020, o PIB do Estado avançou 4,78%. Já no acumulado do ano, a alta bate os 7,81% e fica em 5,58% quando é levado em consideração o acumulado dos últimos 12 meses. O avanço em relação ao trimestre imediatamente anterior é de 3,25%. Esse foi o primeiro trimestre em 2021, a não registrar os efeitos do lockdown, que vigorou entre 13 de março e 12 de abril. No caso de Fortaleza, o chamado isolamento social rígido começou 8 dias antes.

O setor que teve a maior expansão foi a indústria que avançou 8,45% em relação a 3º trimestre do ano passado, muito puxada pelas atividade de geração de energia, que cresceu 49%. Já o setor de serviços teve alta de 5,33%, com destaque para o setor de transporte aéreo que avançou 160%.

Por sua vez, o PIB da agropecuária teve forte retração de -9,07%. O pior resultado foi do milho, que teve perdas de 34% no 3º trimestre de 2021. Um dos poucos produtos a registrarem alta, foi o mamão, que teve crescimento de 1,15%.

Fonte: O POVO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here