Poupança rende abaixo da inflação há quase 2 anos, aponta estudo

31

Os rendimentos oferecidos pela poupança estão próximos de somar dois anos de juros reais negativos. Isso quer dizer quer está rendendo abaixo da inflação. Os dados são de levantamento da plataforma Economatica, que constatou que o retorno real da poupança no acumulado de 12 meses foi negativo em 6,58% no mês de abril, quando a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) atingiu 12,13% na mesma base de comparação, nível mais alto desde outubro de 2003.

Além disso, os dados indicam que a última vez em que a poupança ofereceu uma rentabilidade acumulada em 12 meses superior à inflação foi em agosto de 2020. Naquele momento, o retorno real da aplicação foi de 0,45% em um ano.

Apesar da recente escalada na taxa básica de juros, a Selic, que aumenta a atratividade de produtos de renda fixa de modo geral, o rendimento da poupança não muda. Isso quer dizer que, mesmo com a taxa Selic em 12,75% ao ano, atualmente, e com previsões de subir ainda mais um pouco, a aplicação da caderneta segue com o rendimento inalterado em 6,17% ao ano.

A remuneração da poupança é de 0,5% ao mês sempre que a Selic estiver acima de 8,5% ao ano. Já quando a taxa básica é de até 8,5%, o rendimento da poupança equivale a 70% da Selic. A aplicação é isenta de IR (Imposto de Renda).

O Estado do Ceará

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here