Porto do Mucuripe bate recorde de receita em 2020; movimentação de cargas cresce 12%

67
Legenda: Os granéis sólidos (cereais e não cereais) responderam por 46,6% de toda a movimentação do terminal em 2020
Foto: Thiago Gadelha

Em comparação com o desempenho de 2019, o terminal acumulou alta de 13,49%. A movimentação de cargas cresceu 12%, passando de 4,4 milhões de toneladas em 2019 para 4,9 milhões de toneladas no ano passado.

Os dados foram apresentados pela Companhia Docas do Ceará (CDC) durante apresentação do balanço anual, nesta segunda-feira (18).

Outro parâmetro a apresentar crescimento em 2020 foi o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização), com uma alta de 254,35%. Em 2020, o resultado do Porto indicou um EBITDA de R$ 11,8 milhões ante R$ 3,3 milhões em 2019.

Cargas 

Os granéis sólidos (cereais e não cereais) responderam por 46,6% de toda a movimentação do terminal em 2020. Já os granéis líquidos (petróleo e derivados) aparecem logo atrás, com 45,3%.

As cargas gerais ficaram com apenas 8,1%.

Ao todo, foram 2.285.614 toneladas de granéis sólidos, e 2.219.815 toneladas de granéis líquidos.

Parcerias

A diretora-presidente da Companhia Docas, Mayhara Chaves, comemorou os resultados e afirmou que o terminal segue buscando melhorar as estruturas de negócios para conseguir novas parcerias com o setor privado. O foco, segundo ela, é atrair novos investimentos para o Porto.

“Estamos atuando para que a Companhia Docas do Ceará seja cada vez mais competitiva em um ambiente de negócios cada vez mais dinâmico. Nossa vocação é conectar o Ceará com o Brasil e o mundo e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico do estado e da capital cearense de forma sustentável, onde estamos inseridos”, disse.

Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here