Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Agenda Ambiental

  09/04/2014 

Cidades organizam consórcio para ações de convivência no semiárido

30 municípios já estão articulados com o projeto e a formação se dará no próximo dia 14, tendo Tauá como sede

 Crateús. Está em processo de formação no Estado uma iniciativa que tratará das especificidades sociais, econômicas e ambientais do semiárido cearense de forma holística, focada no planejamento, na articulação, ação, na cooperação técnica e científica. É o Consórcio de governança cooperativa para políticas públicas de convivência e desenvolvimento dos municípios do semiárido cearense, que abrangerá em torno de 30 municípios, situados nos Sertões de Crateús, dos Inhamuns e Sertão Central, além do município de Acopiara, já no Centro Sul.

No próximo dia 14, o Consórcio será oficialmente formalizado, com a assinatura do convênio com os gestores. O Consórcio prevê a inserção do ser humano como centro de convergência e os recursos hídricos como fio condutor dos seus objetivos e finalidades. A ideia inovadora e pioneira são para a convivência e não apenas para a sobrevivência da população de semiárido. Trabalhará as questões e consequências climáticas de forma preventiva, com uma equipe técnica para realizar estudos e compor o perfil de cada município, segundo a Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece).

Já ocorreram duas reuniões e a ideia partiu de um primeiro encontro, já neste ano, do vice-governador Domingos Filho com alguns prefeitos dessas regiões, que discutiram possíveis iniciativas para convivência com o semiárido e as dificuldades de administrar esses municípios, dadas as especificidades climáticas, como as sucessivas secas.

Adesão

Em um segundo encontro, ocorrido na Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece), prefeitos de 13 municípios participaram e aderiram ao Consórcio: Acopiara, Ararendá, Ipaporanga, Novo Oriente, Choró, Ibaretama, Ipaporanga, Monsenhor Tabosa, Quixadá, Quixeramobim, Dep. Irapuan Pinheiro, Mombaça, Piquet Carneiro, Quiterianópolis, Senador Pompeu, Solonópole, Tamboril e Tauá. Na oportunidade, foi indicada e aclamada para assumir a Presidência do Consórcio que ora se forma, a prefeita de Tauá, Patricia Aguiar, que será acompanhada pelos prefeitos de Quixeramobim, Cirilo Pimenta, que assumirá a Diretoria de Infraestrutura Hídrica; de Piquet Carneiro, Expedito José do Nascimento, na Articulação Institucional; José Ramiro Júnior, de Tamboril, a de Educação Contextualizada e Meio Ambiente; Francisco Vilmar Felix Martins, de Fomento e Produção; Aristeu Alves Eduardo, a de Desenvolvimento Tecnológico e Científico; e a de Mobilização Comunitária, com a prefeita de Ibaretama, Eliria Maria Freitas.

A iniciativa encontrou ressonância e receptividade pelo presidente interino da Aprece, Expedito Nascimento, prefeito de Piquet Carneiro. De acordo com ele, no próximo dia 14 a entidade reunirá um número maior de gestores, que na ocasião farão a formalização do Consórcio de Governança, que atuará predominantemente de forma preventiva com relação aos efeitos da seca e outros problemas pertinentes ao semiárido brasileiro. "Discutiremos com mais profundidade a temática e formalizaremos a adesão desse Consórcio, que vai possibilitar uma governança de forma preventiva.

O objetivo é que os municípios consorciados se planejem para enfrentar as situações pertinentes ao semiárido", destaca Expedito Nascimento.

Ele explica ainda que a primeira sede do Consórcio será em Tauá e que mudará a cada dois anos. Uma equipe com técnicos de várias áreas, especialmente de recursos hídricos será formada e fará estudos hídricos e geológicos de todos os municípios envolvidos, a fim de montar um perfil com as características, localização e especificidades de cada cidade. "A partir daí serão elaborados projetos regionais e consorciados, de acordo com a vocação e necessidade maior de cada município. O consórcio terá um pensamento global. É uma experiência inovadora e que alcançando resultados positivos se ampliará para o Estado. O caminho para os municípios é o trabalho consorciado", ressalta. O resultado concreto, segundo o presidente, serão a construção de reservatórios, poços profundos, além de investimento na agricultura familiar e no meio rural, em consonância com as políticas públicas.

Êxito

Para o prefeito de Tamboril, Ramiro Júnior, que já aderiu à proposta e coordenará a área de Educação Contextualizada, setor com experiência exitosa em seu município, o Consórcio será um apoio para os prefeitos da mesorregião do Estado, os quais enfrentam desafios diários resultantes, especialmente, das adversidades climáticas. "É uma ideia nova e abrangente, que perpassa por múltiplas áreas. Nós discutiremos de que maneira podemos administrar os nossos municípios na convivência com o semiárido. Os nossos problemas são comuns e juntos podemos fazer ações consorciadas para beneficiar os municípios e população. Trabalharemos para trazer obras e benefícios para a região", salienta.

Um ponto de reflexão em comum para os prefeitos gira em torno dos últimos anos sucessivos de seca, que impactaram fortemente na oferta de água dos recursos hídricos. O fenômeno prejudicou especialmente as bacias das regiões dos Inhamuns e Sertões de Crateús.

Silvania Claudino
Repórter

Mais informações:
Aprece
Avenida Oliveira Paiva, nº2621
Seis Bocas
Fortaleza
Telefone: (85)4006.4000

 

Fonte: Diário do Nordeste
Link: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/regional/cidades-organizam-consorcio-para-acoes-de-convivencia-no-semiarido-1.992336
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Página Inicial

Mídias Sociais

 

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br