Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Saiu na Imprensa

  11/02/2019   
ECONOMIA

Egídio Serpa: Melão, a exigência chinesa

NEGÓCIOS

No ano passado, a Agrícola Famosa, maior produtora de melão do País, com fazenda em Icapuí, no Leste cearense, exportou para o exterior, principalmente para a Europa, 140 mil toneladas dessa fruta e vendeu no mercado interno brasileiro outras 100 mil toneladas. Seu faturamento em 2018 foi praticamente o mesmo de 2017: R$ 600 milhões. Luiz Roberto Barcelos, sócio e diretor de produção da empresa, informa: neste ano, a área plantada - de 10 mil hectares espalhados pelo CE, RN, PI e PE - será mantida. Se acontecer a abertura de novos mercados, como o da China, “aí ampliaremos a área de cultivo”, antecipa.

Os chineses desconfiam de que o melão brasileiro hospeda a “mosca do Mediterrâneo”, o que não é verdade, segundo afirma Luiz Roberto Barcelos. Esse inseto penetra em frutas de casca fina, como a manga e a uva, “mas no melão, que tem a casca grossa, ela não entra”. A China quer obrigar o congelamento do melão a um grau centígrado. “Não aceitamos essa exigência, primeiro porque o melão não tem a ‘mosca do Mediterrâneo’, segundo porque o congelamento afetaria o sabor da fruta”, explica o empresário.

 

Marcadores: exportações balança comercial
Fonte: Diário do Nordeste
Link: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/negocios/online/egidio-serpa-melao-a-exigencia-chinesa-1.2061421
Última atualização: 11/02/2019 às 11:15:35
 
Nota da Assessoria: O Sintaf não se responsabiliza pelo conteúdo e/ou opiniões emitidas nas notícias reproduzidas nesta área. As notícias aqui disponibilizadas são reprodução de temas de interesse veiculados na mídia.
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente

Comentários

Seja o primeiro a comentar. Basta clicar no botão acima.

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br