Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Saiu na Imprensa

  08/11/2018   
TRIBUTAçãO

Fenafisco defende Administração Tributária na Câmara

A Comissão Especial de reforma tributária da Câmara dos Deputados realizou nesta terça-feira (6), mais uma audiência pública para discutir a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 293/2004 – que visa promover uma Reforma Tributária no país, sob a relatoria do deputado Luís Carlos Hauly (PSDB-PR).

A Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco), representada pelo diretor Pedro Lopes, contribuiu para o debate reforçando as premissas do projeto Reforma Tributária Solidária, e defendeu o fortalecimento da Administração Tributária para combater a sonegação e assim promover justiça fiscal.

“O Brasil precisa arrecadar 2 trilhões e 200 bi, mas quando um sonegador escapa são os bons contribuintes que pagam a conta. Com uma Administração Tributária estruturada, fortalecida e com maior poder de fiscalização será possível alcançarmos maior eficiência na arrecadação por meio da redução dos índices de sonegação, com horizonte de diminuir a carga tributária individual dos cidadãos”, explicou

A Fenafisco trabalha desde 2007 a aprovação da PEC 186, que assegura autonomia funcional, administrativa e orçamentária do Fisco nas três esferas, bem como a previsão de edição da Lei Orgânica Nacional da Administração Tributária. A PEC está pronta para ser votada no plenário da Câmara dos Deputados em 1º turno.

IMPOSTO ÚNICO

O dirigente da Fenafisco também manifestou oposição à criação do imposto único nacional incidente sobre a movimentação financeira. Para Lopes, “jogar toda carga tributária numa única estratégia de arrecadação, abandonando as incidências da circulação de mercadorias e faturamento, além de não ter paralelo internacional, favorecerá as práticas de elisão e sonegação fiscal, aprofundando muito rapidamente a crise fiscal no país por precarizar as receitas fiscais”. Outro problema apontado pelo diretor é a elevada alíquota que deveria ser adotada por este imposto único, o que agravaria ainda mais a rejeição social ao pagamento do tributo, com reflexo no aumento da sonegação, além da natural desestruturação do sistema financeiro nacional devido a criação de “moedas paralelas” com vista a fugir do encargo tributário.

 

 

Marcadores: Administração Tributária
Fonte: Sindifisco News
Link: http://www.sindifisco.org.br/noticias/fenafisco-defende-administracao-tributaria-na-camara
Última atualização: 08/11/2018 às 15:55:46
 
Nota da Assessoria: O Sintaf não se responsabiliza pelo conteúdo e/ou opiniões emitidas nas notícias reproduzidas nesta área. As notícias aqui disponibilizadas são reprodução de temas de interesse veiculados na mídia.
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente

Comentários

Seja o primeiro a comentar. Basta clicar no botão acima.

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br