Governador afirma que teto do ICMS pode afetar nomeação de novos servidores públicos no RS

99

Nessa segunda-feira, aprovados em concursos da segurança pública protestaram contra demora no chamamento

O governador Ranolfo Vieira Júnior afirma que a implementação do teto do ICMS em 17% sobre combustíveis e energia pode impactar futuras nomeações e chamamentos de servidores públicos.

— Por favor, não me interpretem de maneira equivocada, eu não estou fazendo qualquer tipo de ameaça, mas essa é uma simples e mera constatação do momento que poderemos ter ali na frente. Não apenas com relação a esses concursos (em andamento), mas também com novos concursos que poderão vir a ocorrer — disse em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, da Rádio Gaúcha.

Nesta segunda-feira, aprovados em concursos públicos para órgãos da segurança pública realizaram uma manifestação em Porto Alegre, cobrando as nomeações. Sobre isso, Vieira Júnior alegou que as vagas previstas no edital do concurso público da Polícia Civil já foram preenchidas e o chamamento do cadastro de reserva depende de questões financeiras do Estado.

O governador tem uma reunião com o ministro Gilmar Mendes nesta manhã. O RS é um dos estados autores de uma ação na Corte que questiona a lei aprovada recentemente. Ranolfo afirmou que só efetivará a redução das alíquotas após este encontro com o ministro do STF e de reunião do conselho de secretários estaduais da Fazenda.

Fonte: Zero Hora

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here