Críticos de privatização da Lubnor alertam para impacto tributário nos cofres estaduais

106

Montante pago em ICMS pela refinaria criada em 1966 e instalada no bairro Vicente Pizón, em Fortaleza, corresponde a 10% do total arrecadado pelo fisco do Ceará

A Refinaria de Lubrificantes e Derivados do Nordeste (Lubnor), em processo de privatização, representa 10% do volume arrecadado de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) pelo fisco cearense, alertou ontem o assessor da presidência da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Alexandre Adolfo, em audiência pública na Assembleia Legislativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here