Concurso Funsaúde abre inscrições com 6 mil vagas

41

Com abertura de seis mil vagas para os selecionados integrarem a área da saúde do Estado, a Fundação Regional de Saúde (Funsaúde Ceará) iniciou a fase de inscrições para seu concurso, na tarde de ontem (12). As vagas são para profissionais para os cargos de serviços médicos, assistenciais e administrativos e as vagas abrangem candidatos com níveis de ensino médio e superior. Além do preenchimento das funções, o concurso ainda cria um cadastro de reserva para mais 20 mil pessoas.

FOTO THIARA MONTEFUSCO / ASCOM CASA CIVIL

As inscrições seguem até o dia 19 de agosto e as provas serão no dia 24 de outubro. Os candidatos interessados devem efetivar seu registro de participação através da página da Fundação Getúlio Vargas, que é a organizadora do concurso. O valor das taxas de inscrições variam a depender do nível do concorrente, para os médicos a tarifa é de R$300, já para os demais cargos de nível superior a quantia é R$150 e para grau médio é R$70.

São 5.581 vagas para a área assistencial, sendo 2.832 para cargos de nível superior e 2.749 para médio, e 419 para funções administrativas, sendo divididas em 202 de grau superior e 217 médio. Para cargos assistenciais e administrativos de nível superior, os valores ficarão entre R$4.200 e R$9.350 e salários de R$2.200 a R$2.600 para nível médio.

Somente para médicos são destinadas 1.055 vagas, onde foram segmentadas entre 73 especialidades, os salários para essas funções variam entre R$12.100 a R$23.822, dependendo da formação e da carga horária semanal. O edital disponibiliza 20% do número total de vagas para candidatos negros e 5% para pessoas com deficiências.
A diretora-presidente da Funsaúde, Josenília Gomes, explica que a abertura de novas vagas faz parte do Plano Estadual de Modernização da Saúde do Ceará e que representa a valorização dos profissionais que trabalham na área. “O concurso, ele é um meio para que a gente chegue na gestão que a gente espera. A gente não pode mudar a gestão dos hospitais, mudar o modelo assistencial, modelo de atenção à saúde, que hoje está sendo colocado, sem a gente melhorar a vinculação dos profissionais.”

Segundo Josenilia Gomes seria inviável pôr em prática o plano de modernização sem a contratação de novos profissionais. “Era muito impossível a gente pensar num modelo novo, focando na qualidade da assistência, quando a gente não tinha trabalhadores com vínculo de qualidade. Então, quando a gente pensa em qualidade, a gente tem que pensar em qualidade em todos os âmbitos, inclusive no âmbito da vinculação e no âmbito de contratação desse trabalhador”, finaliza Gomes.

Os aprovados serão contratados como funcionários públicos e terão vínculo contratual regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Distribuição
As vagas ofertadas pelo concurso serão distribuídas, em primeiro modo, para alguns hospitais da Capital, dentre eles: Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital de Messejana (HM) e Hospital Infantil Albert Sabin (Hias). Além deles, o Serviço de Regulação Estado, o Centro de Especialidades Pediátricas e a sede da Funsaúde, também receberão os aprovados.

Fonte: O Estado CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here