Comissão dos 3 Poderes irá buscar interlocutor entre militares amotinados

196

A OAB-CE irá de imediato tentar diálogo no 18º Batalhão, localizado no Antônio Bezerra, no qual se encontram lideranças da paralisação; além disso, integrantes também devem se reunir com o ministro Alexandre de Moraes

A comissão formada pelos 3 Poderes do Estado – Executivo, Legislativo e Judiciário – deve buscar um interlocutor entre os militares amotinados para tentar abrir um novo canal de diálogo. A Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE) será o responsável pela mediação com o movimento dos policiais militares. Além disso, os membros que integram o colegiado também devem se reunir com o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, sobre decisão que orienta a mediação de crise como a que ocorre no Ceará. A data ainda deve ser definida.

Sem prazo definido para iniciar a negociação com “interlocutor legitimado” pelos militares que estão paralisados, o presidente da OAB-CE, Erinaldo Dantas, afirmou que comitiva da instituição partiria na sequência para o 18° Batalhão da PM, no Antônio Bezerra, no qual estão grande número de militares amotinados. O objetivo é que o interlocutor dos militares leve por escrito as pretensões da categoria para ser avaliada pela comissão, explica o procurador-geral de Justiça, Manuel Pinheiro. Contudo, ele também alertou que este interlocutor não poderá ser uma das lideranças do movimento.

“Temos algumas situações que nos impõe que não seja alguém que não esteja liderando um motim. Nós queremos ouvir as pretensões, mas não convém aos Poderes, ao Ministério Público do Ceará (MPCE) e ao Exército que, quem estiver na mesa de negociação seja a liderança de uma movimentação não só inconstitucional, mas com consequências criminais”, explicou Pinheiro. Atuando como porta-voz do grupo, Pinheiro explicou que a comissão é formada pelo procurador-geral do Estado, Juvêncio Viana, representando o Poder Executivo, corregedor-geral, desembargador Teodoro Silva Santos, representando o poder Judiciário, e o deputado Evandro Leitão, representando o Poder Legislativo.

O MPCE, a OAB-CE e o Exército brasileiro, representado pelo Coronel Marcos Cesário, atuarão como observadores dentro do grupo, para contribuir com a mediação. Segundo Pinheiro, após identificado o interlocutor dos militares, as pretensões devem ser analisadas pelos 3 Poderes, para só então voltar as negociações. Ele evitou falar em prazos.

FONTE: DIÁRIO DO NORDESTE

LINK: https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/politica/online/comissao-dos-3-poderes-ira-buscar-interlocutor-entre-militares-amotinados-1.2215462

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here