Ceará tem 100% das UTIs infantis ocupadas por pacientes com Covid-19

267

Índices de internação continuam zerados tanto para as gestantes quanto nas unidades de UTI e enfermarias neonatais. Outros cinco pacientes aguardam transferência para leitos de UTI no Ceará

Com um total de 19 leitos ativos, o Ceará registra ocupação de 100% das suas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) infantis voltadas para o tratamento de Covid-19. Os dados da plataforma IntegraSUS também mostram o índice zerado de gestantes internadas pela doença  — tanto nas UTIs quanto nos leitos de enfermaria. A última atualização das informações fornecidas pela Secretária da Saúde do Estado (Sesa) foi às 12h04min desta quarta-feira, 20.

Em análise mais detalhada, os índices de ocupação das UTIs no Ceará é de 44,38%. Desses, 41,42% são voltados para o público adulto. Leitos da enfermaria e UTI neonatal estão zerados. A taxa de ocupação das enfermarias está em 14,29%: um total de 10,41% na enfermaria adulto e outros 51,35% de ocupação na enfermaria infantil. O monitoramento considera unidades médicas públicas e particulares.

No Hospital Leonardo da Vinci (HELV), referência no tratamento da doença no Estado, 19 leitos estão ativos na UTI adulto, sendo nove deles ocupados com pacientes doentes pela Covid-19. Oito dos nove leitos ativos na enfermaria também estão ocupados.

O Estado tem 13 pessoas aguardando transferência para leitos de enfermaria — sendo seis delas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e outras sete em unidades hospitalares municipais. Outros cinco cearenses aguardam transferência para leitos de UTI, sendo os cinco de unidades hospitalares municipais. Os dados foram atualizados pela última vez nesta quarta, 20, às 12h32min.

Em uma nova atualização da plataforma IntegraSUS, às 18h03min desta quarta-feira, 20, o índice de ocupação das UTIs no Ceará já passou a ser de 45,97%. A taxa de ocupação dos leitos de UTIs infantis também teve seu número alterado, caindo para 89,47% de ocupação.

Fonte: O POVO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here