Ceará negocia R$ 150 milhões em investimento do BID para infraestrutura viária

83

O Governo do Ceará negocia financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que pode chegar a R$ 150 milhões em infraestrutura viária. Segundo O POVO apurou, os projetos são de cunho inovador e sustentável. Antigos parceiros em projetos no Ceará, a ideia é que o BID ainda financie iniciativas ligadas à tecnologia e primeira infância.

A apresentação dos projetos fez parte da agenda do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), ontem, em Brasília. Lá, ele teve reunião com o representante do BID no Brasil, Morgan Doyle. O governador divulgou o encontro nas redes sociais.

A secretária da Fazenda (Sefaz-CE), Fernanda Pacobahyba, também esteve presente na agenda. Ao O POVO, ela destaca que a parceria estratégica com o BID envolve diversas áreas e, nesta oportunidade, foram apresentados projetos que são prioridades para o Estado, como a expansão da malha viária com um projeto inovador.

Segundo Fernanda, o projeto de infraestrutura prevê a construção de rodovias com asfalto regenerativo, “muito ligados à sustentabilidade, mitigando riscos climáticos e de trânsito”.

“A conversa com o governador faz parte dessa estratégia de aproximação, o presidente do BID ficou interessado nos projetos”, afirma.

O Ceará fechou 2021 com mais de US$ 80 milhões de projetos aprovados com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Somados aos já existentes, são US$ 700 milhões em parcerias, o que representa quase R$ 4 bilhões, conforme O POVO informou no início de janeiro. Com isso, é um dos cinco estados brasileiros com mais aportes da instituição, que, em seu braço privado, também está de olho para investimentos no hub de hidrogênio verde cearense.

Na reunião com o executivo do BID, o governador ainda apresentou outros projetos, como o Mais Infância. Na oportunidade, Morgan Doyle lembrou que a iniciativa é parecida com o que é desenvolvido em parcerias com a entidade em países vizinhos, como Equador e Colômbia.

Em entrevista em entrevista ao programa Guia Econômico, na rádio O POVO CBN, no início de janeiro, Doyle ainda destacou o interesse no projeto do hub de Hidrogênio Verde. “Entendemos que o Ceará está muito bem nessa área. Além do enorme potencial já realizado, com financiamento solar, temos muito interesse em trabalhar em prol do meio ambiente”.

A oportunidade ainda serviu para Camilo introduzir ao BID projeto da área de segurança pública, para reforçar o apoio da instituição nesta pasta, que já conta com o aporte no Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência (PReVio) do Ceará, por exemplo. Ainda na tarde de ontem, Camilo e Fernanda estiveram reunidos com o vice-presidente do Banco do Brasil, também para conversar sobre projetos de financiamentos.

Fonte: O POVO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here