Ceará corre risco de apagão como o do Amapá? Especialistas respondem

316
Linha de Transmissão

De acordo com o Jurandir Picanço, consultor de energia da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), o Ceará desenvolveu, ao longo dos últimos anos, uma estabilidade muito maior quando o assunto é segurança energética. Ele afirmou que, caso algo semelhante viesse a acontecer por aqui, o sistema teria capacidade de redirecionar a demanda para outras unidades geradoras e fazer com que o “blackout” durasse apenas algumas horas.

“A situação no Ceará é completamente diferente em relação ao Amapá, que é abastecido por uma única linha de transmissão e uma só subestação. É um problema sério, mas é preciso apontar responsabilidades. Havia apenas uma reserva, e essa reserva estava inoperante. É uma situação muito peculiar lá no Amapá. Aqui nós temos várias linhas de transmissão, assim como é no Brasil quase todo. Mas lá no Amapá é diferente porque eles estão muito isolados”, explicou.

Ele ainda destacou que o Ceará vem construindo essa segurança energética “há anos” e que não lembra de o Estado ter passado por uma situação semelhante ao ocorrido no Amapá nas últimas cinco décadas.

“Pode até cair o sistema todo se houver um problema muito grande no Ceará, mas isso pode ser contornado muito rápido por aqui. A gente passaria horas, mas não corremos o risco de passar dias sem energia, como está sendo no Amapá”, afirmou Picanço.

Diário do Nordeste

 

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here