Banca retifica edital da Sefaz/CE após erro que prejudicou servidores públicos

65

Nova consulta individual da situação final da isenção da taxa de inscrição será disponibilizada na data provável de 22 de julho. Pagamento da inscrição pode ser feito até 23 de julho

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), banca contratada para realização do concurso público da Secretária da Fazenda do Ceará (Sefaz/CE), retificou o edital do certame após constatação de um erro no plural de palavras que prejudicou inscrição de servidores.

A banca divulgará, “em razão de erro material”, uma nova consulta individual da situação final da solicitação de isenção da taxa de inscrição com inclusão de candidatos com a candidatura deferida. A data provável para a disponibilização da consulta é esta quinta-feira, 22. O Cebraspe comunicou ainda a extensão do prazo para pagamento da inscrição até a sexta-feira, 23.

O problema enfrentado pelos candidatos e retificado pela banca foi porque um dos requisitos para a isenção da taxa de inscrição de R$ 180 para servidores estaduais era a apresentação de contracheque (no singular) emitido (novamente no singular) nos últimos três meses. Isso fez com que os candidatos enviassem apenas um comprovante para a banca.

Com o resultado final, os candidatos foram surpreendidos com o pedido de isenção indeferido. A justificativa do Cebraspe foi a ausência de contracheques emitidos nos últimos três meses (no plural). “Como se percebe, a própria banca deixa claro o erro de grafia no edital, ao justificar o indeferimento usando a expressão no plural”, argumenta candidato e servidor público estadual em e-mail enviado ao O POVO.

Resumo do concurso para auditor fiscal da Sefaz-CE

Vagas: 94.

Requisito: nível superior.

Inscrições: de 7 a 28 de junho de 2021.

Remuneração: inicialmente de R$16.045,30 (conforme valores de janeiro de 2020, contando gratificações e prêmios por desempenho fiscal).

Banca organizadora: Cebraspe.

Cargos e vagas:

Auditor Fiscal da Receita Estadual: 37 (ampla concorrência); 3 (candidatos com deficiência) e 10 (candidatos negros);
Auditor Fiscal Contábil-Financeiro da Receita Estadual: 3 (ampla concorrência);
Auditor Fiscal Jurídico da Receita Estadual: 3 (ampla concorrência), 1 (candidatos com deficiência) e 1 (candidatos negros);
Auditor Fiscal de Tecnologia da Informação da Receita Estadual: 8 (ampla concorrência), 1 (candidatos com deficiência) e 2 (candidatos negros).

Cadastro de reserva:

Auditor Fiscal Contábil-Financeiro da Receita Estadual: 7 (ampla concorrência), 1 e 2;
Auditor Fiscal Jurídico da Receita Estadual: 11 (ampla concorrência), 1 (candidatos com deficiência) e 3 (candidatos negros).

Etapas:

O governo informou que o concurso será dividido em três fases. A primeira terá provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos para todos os candidatos. A avaliação será do tipo “certa” ou “errada”, em um total de 160 itens. “Na segunda etapa, composta de prova discursiva de conhecimentos específicos, os participantes terão de responder duas questões e um estudo de caso”, descreve o comunicado de divulgação. Essas duas primeiras terão caráter eliminatório e classificatório.

Já o terceiro e último ciclo será de prova de títulos para os candidatos aprovados nas etapas anteriores, com caráter exclusivamente classificatório. Haverá ainda uma avaliação biopsicossocial para os concorrentes às vagas destinadas às pessoas com deficiência e um procedimento de heteroidentificação para os candidatos que se autodeclararem negros. Ambos precisam ter sido classificados nas fases anteriores do concurso.

Fonte: O Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here