Assembleia Geral aprova mudança no Estatuto da Fundação Sintaf

146

Na última sexta-feira (29/10), na sede da Fundação Sintaf, a Diretoria Colegiada do Sintaf realizou uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para discutir e deliberar sobre dois pontos relativos à Fundação: alteração estatutária para formalizar a criação da Diretoria de Cidadania, Inclusão Social e Cultura, e renovação do contrato de comodato do imóvel da sede da entidade.

A AGE foi presidida pelo diretor de Organização do Sintaf, Carlos Brasil, que evidenciou a importância de todas as decisões relevantes sobre a Fundação passarem pelo crivo da Assembleia Geral, conforme entendimento da Diretoria Colegiada. Em seguida, foram dados o informes acerca das negociações entre o Sindicato e a Administração Fazendária.

Presente à Assembleia, o diretor-geral da Fundação Sintaf, Liduíno de Brito, destacou a união da nova Diretoria em torno de seus propósitos. Também estiveram presentes, participando das discussões, o diretor administrativo-financeiro da Fundação Sintaf, Kleber Silveira, e a diretora de Cidadania, Inclusão Social e Cultura, Liliane Sales.

Deliberações

Após exposição e esclarecimentos, a AGE aprovou, a formalização do contrato de cessão ou comodato do imóvel do Sintaf localizado na Rua Pe. Mororó, 952, Centro, para a Fundação Sintaf, por cinco anos, prorrogável por mais cinco anos, com cláusula de distrato em comum acordo a qualquer momento. O objetivo é dar segurança à entidade para a realização de suas ações.

O segundo ponto debatido tratou de alterações no Estatuto da Fundação. “A Fundação criou a sua diretoria sociocultural e precisamos ratificar. O Ministério Público informou que seria necessário um aporte financeiro da entidade mantenedora – no caso, o Sintaf – para viabilizar a criação da nova Diretoria”, explicou o diretor Carlos Brasil.

“É um custeio para aquilo que está sendo criado. A aprovação desse recurso inicial atende à forma e aos prazos determinados pelo Ministério Público, para que façamos jus à alteração estatutária”, completou Liduíno de Brito.

Ambas as propostas foram aprovadas por unanimidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here