Arrecadação da Receita cresce 5,27%, somando R$ 148,6 bilhões

128

Nos dois primeiros meses do ano, o crescimento real da arrecadação foi de 12,92%, a 383,986 bilhões, também com o desempenho mais forte para o período na série

A arrecadação total das Receitas Federais atingiu, em fevereiro de 2022, o valor de R$ 148.664 bilhões, registrando acréscimo real (IPCA) de 5,27% em relação a fevereiro de 2021, de acordo com dados divulgados pela Receita Federal do Brasil nesta segunda-feira (28/3).

O resultado de fevereiro foi o maior para o mês da série histórica da Receita corrigida pela inflação, iniciada em 1995, puxado por ganhos do governo com royalties de petróleo em meio à alta nos preços do barril durante a guerra entre Ucrânia e Rússia.

Nos dois primeiros meses do ano, o crescimento real da arrecadação foi de 12,92%, a 383,986 bilhões, também com o desempenho mais forte para o período na série. Nesse caso, a Receita apontou se tratar do melhor desempenho arrecadatório desde 2000, tanto para o mês de fevereiro quanto para o
bimestre.

Entre as Receitas Administradas pela RFB, o valor arrecadado, em fevereiro de 2022, foi de R$ 142.594 bilhões, representando um acréscimo real (IPCA) de 3,45%. O acréscimo observado no período pode ser explicado, principalmente, pelos recolhimentos, principalmente do ajuste de IRPJ e CSLL.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here