Analistas do mercado elevam projeção de inflação e juros em 2021

98
Segundo o Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (25/1) pelo Banco Central, analistas acreditam que tanto o IPCA, quanto a Selic chegarão em 3,5% no fim do ano

O mercado financeiro elevou novamente as projeções para a inflação e a taxa básica de juros (Selic) deste ano. Segundo o Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (25/1) pelo Banco Central, os analistas já calculam que tanto a inflação, quanto a Selic chegarão a 3,5% ao fim de 2021.

Esta é a terceira semana consecutiva em que o mercado eleva a expectativa de inflação de 2021. Embora a primeira prévia da inflação oficial brasileira neste ano só seja divulgada nesta terça-feira (26/01) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a percepção é que o choque inflacionário, que começou no ano passado com os alimentos, foi mais forte e duradouro do que o esperado, e já alcança outros componentes do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Por isso, a expectativa para o IPCA deste ano estava em 3,34% há um mês, mas chegou a 3,43% na semana passada e agora alcançou 3,5%.

Já a revisão das expectativas para a taxa básica de juros vem na esteira do comunicado do Comitê de Política Monetária (Copom), que, na semana passada, retirou o forward guidance, isto é, a prescrição futura de que a Selic será mantida no atual patamar de 2% ao ano. A decisão do Copom foi justificada pelo aumento das expectativas de inflação e, na prática, abre a porta para um ciclo de alta dos juros. Por isso, os analistas não esperaram a ata do Copom, que será divulgada nesta terça-feira, para revisar as projeções para a Selic.

Segundo o Boletim Focus, a expectativa para a Selic deste ano subiu de 3,25% para 3,5% nesta semana. Há um mês, a taxa estava em 3,13%. A projeção para a Selic de 2022 também foi elevada, de 4,75% para 5%. Os dados indicam, portanto, que o mercado acredita que o ciclo de alta da Selic será mais rápido do que o esperado inicialmente.

Câmbio
Já para o câmbio, a projeção foi mantida em R$ 5 em 2021 e subiu de R$ 4,90 para R$ 5 em 2022. Por outro lado, a perspectiva de crescimento da economia brasileira teve uma leve melhora. É que a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano subiu de 3,45% para 3,49%. Para 2022, a expectativa de PIB foi mantida em 2,5%.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here