Administração Fazendária continua silente sobre pleitos da categoria

98

Até o momento, a Administração da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz) não deu retorno à Diretoria Colegiada do Sintaf sobre as principais demandas da categoria, a exemplo da incorporação dos 38% restantes do piso do PDF, do novo cálculo da média de produtividade para fins de aposentadoria e da realização de concurso público para o cargo de Auditor Fiscal Adjunto. No ato desta segunda-feira (13), os fazendários protestaram contra o descaso da Sefaz, que tem postergado a solução de diversos problemas.

Na última Assembleia Geral, ocorrida em 3 de dezembro, o Sintaf protocolou, junto à Sefaz e a Seplag, a contraproposta para o cálculo da média de PDF para efeitos de aposentadoria, visando corrigir as distorções atuais que prejudicam os servidores, bem como a garantia de regras de transição menos danosas no que diz respeito ao tempo de permanência no serviço público.

O descaso da Sefaz com os servidores tem sido evidente, principalmente, com a protelação de questões fundamentais à atividade fazendária. Com equipes muito reduzidas e metas exaustivas, os servidores relatam que é impossível fiscalizar. Além disso, há postos fiscais com problemas graves de infraestrutura e ausência de material adequado à fiscalização, como scanners. Tudo isso terá impacto negativo na arrecadação, conforme o Sintaf vem denunciando nos últimos meses.

:: As propostas elaboradas pelo Sintaf se encontram disponíveis na área restrita do site do Sindicato, para consulta dos filiados. Acesse aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here