28 de setembro: Sintaf publica nota em homenagem ao Dia do Servidor Fazendário

78

Nesta segunda-feira (28), em que comemoramos o Dia do Servidor Fazendário, o Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf) publicou nota nos jornais O Povo e Diário do Nordeste destacando o comprometimento da categoria fazendária e a essencialidade de seu trabalho. Confira o teor da nota:

28 de setembro: Dia do Servidor Fazendário

Nesta data, 28 de setembro, os servidores fazendários comemoram o seu dia. Oportunamente, é momento de destacar que estes servidores são muito mais do que arrecadadores, na medida em que são responsáveis pela tributação, arrecadação, fiscalização e gestão das finanças estaduais.

Os trabalhadores do Fisco são essenciais ao funcionamento do Estado, pois têm a importante missão de garantir os recursos necessários para as suas demandas sociais. Os recursos arrecadados pelos fazendários são aplicados em educação, saúde, saneamento, habitação, segurança e investimentos do Estado, em benefício da sociedade cearense.

Desde o início da atual pandemia, os fazendários cearenses vêm trabalhando incessantemente para cumprir o seu papel, reafirmando o compromisso social da atividade fazendária. O resultado não poderia ser outro: as receitas do Estado já começam a dar sinais de recuperação.

Por meio de seu Sindicato – o Sintaf – os fazendários cearenses continuam lutando por uma reforma tributária justa, progressiva e solidária, que solucione o problema da regressividade do sistema tributário brasileiro e promova efetivamente a justiça fiscal. Dessa forma, quem tem mais recursos deve pagar mais impostos, em benefício dos mais pobres.

Outra luta essencial é contra a reforma administrativa, que se apresenta como mais um projeto neoliberal que não deu certo em nenhum país do mundo. O objetivo desse projeto é o ataque aos servidores públicos, propagando a falácia de que estes são responsáveis pelos problemas da Nação. Na prática, esta reforma busca reduzir a participação do Estado nos serviços públicos, seguindo a linha da equipe econômica do governo federal, de Estado Mínimo, em detrimento da sociedade. Por trás de tudo isso existe uma diretriz: o benefício do capital financeiro especulativo.

Ao contrário do que vem sendo proposto, o Sintaf reafirma que os serviços públicos são essenciais para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. Basta o exemplo do Sistema Único de Saúde (SUS), que – apesar das circunstâncias e da redução do orçamento causada pela Emenda Constitucional 95/2016, que congelou os gastos públicos com saúde, educação e investimentos que geram emprego e renda –, vem atendendo à população e permitindo minorar os efeitos da pandemia do novo coronavírus. Se não fosse o SUS, por meio dos profissionais de saúde, comprometidos em salvar vidas e amparar os que precisam de assistência num momento tão difícil, é possível imaginar que o número de vidas ceifadas pela COVID-19 seria bem maior.

O Sindicato dos Fazendários do Ceará (Sintaf) parabeniza todos os servidores fazendários pelo seu dia, reafirmando votos de união e mobilização frente aos desafios que se apresentam à categoria e à sociedade.

Nossa luta é por justiça fiscal!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here