Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


FUASPEC

  14/05/2015 

Fuaspec participa de seminário sobre atendimento e qualidade do ISSEC


Com o objetivo de discutir a reestruturação do serviço de saúde ofertado pelo Governo aos servidores estaduais, a Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE) e os sindicatos APEOC e Mova-se promoveram na tarde desta quarta-feira (13) o seminário "Issec - Por um Issec com atendimento amplo e de qualidade". O Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec), que representa mais de 30 entidades de classe dos servidores, participou dos debates. 

De um total de 243 mil servidores, estima-se que mais de 150 mil utilizam os serviços do ISSEC. A coordenação do Fuaspec alerta que há bastante tempo as gestões do Governo tentam extinguir o Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (ISSEC), criado para garantir o atendimento a milhares de servidores públicos nas suas necessidades médicas, que não possuem condições de custear um plano de saúde particular. Muitos servidores da capital e do interior utilizam os serviços do ISSEC, a exemplo de professores e auxiliares de serviços.

De forma sistemática, os governos atacam o ISEEC alegando não ter condições de mantê-lo, propondo a criação de um plano saúde compartilhado entre os usuários e o Governo (modelo de coparticipação). O Fuaspec repudia mais esse ataque à classe trabalhadora, tendo em vista o levantamento dos recursos disponíveis para o Estado, através de dados oficiais, que contrariam o discurso do Governo. Eles mostram que o Estado do Ceará possuem recursos suficientes para garantir políticas públicas que atendam às demandas da população.

Dentre as principais bandeiras do Fuaspec está a luta pela reestruturação das tabelas salariais das diversas categorias dos servidores públicos do Estado, que se encontram defasadas desde 1994, período que os Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) foram criados. É importante destacar que o não reajuste das tabelas resultou em perdas salariais históricas. “A garantia à saúde, através do ISSEC, é uma política compensatória diante dos baixos salários. Como é que os servidores que sobrevivem com salários tão defasados vão abrir mão desse direito e pagar pela sua assistência médica?”, critica a coordenação do Fórum.

A Coordenação do Fuaspec abordará novamente o problema do ISSEC na reunião da Mesa Estadual de Negociação Permanente (MENP), que será retomada em breve. “Não aceitamos mais esse ataque aos servidores estaduais e vamos lutar pela manutenção e melhorias no ISSEC”, defende a coordenação.

 

Marcadores: Fuaspec ISSEC
Fonte: Fuaspec
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Página Inicial

Mídias Sociais

 

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br